1, 8, 15, 22 de Fevereiro e 1 de Março, 2010: Ciclo de Cinema - PRIMEIROS FILMES

ÀS SEGUNDAS-FEIRAS, de 1 de FEVEREIRO A 1 DE MARÇO
Sempre às 19h00 no INSTITUTO FRANCO-PORTUGUÊS
Entrada livre. Filmes legendados em português
 
PRIMEIROS FILMES. PRIMEIROS OLHARES. PRIMEIRAS VEZES
O cinema francês está bem vivo e recomenda-se.
"Inicia-se, já na próxima segunda-feira às 19h00, o Ciclo PRIMEIROS FILMES no qual vos propomos a descoberta de primeiras longas-metragens de 5 realizadores de talento.
Os cineastas escolheram, para estas suas primeiras vezes, filmar mulheres. É isso também que une os 5 filmes deste ciclo.
As mulheres têm entre 15 e 30 anos. Foi para os seus quotidianos feitos de primeiros amores, de recomeços, de rivalidade, de passagem à idade adulta, de esperança, de desespero, de paixão, de desejo, de liberdade, de sorrisos ou ausência deles, de memórias, de perda, de evasão ou de luta que se viraram os olhares destes realizadores.
Começamos dia 1 de Fevereiro com um filme que esteve presente em Cannes, na Quinzena dos Realizadores, em 2007.
Tout est pardonné de Mia Hansen-Love
2007 | 105 min. | Drama
Com: Paul Blain, Marie-Christine Friedrich, Victoire Rousseau, Constance Rousseau e Carole Franck.
Victor foge do trabalho a sete pés e passa dias e noites fora de casa. Vive, com Annette e a filha Pamela, em Viena. Em breve vão regressar a Paris. Annette espera que isso ajude Victor a mudar os seus hábitos. Mas…nada. Após violenta discussão, Annette parte e leva a filha com ela. Onze anos mais tarde Victor e Pamela, agora dezassete anos, reencontram-se…
Mia Hansen-Love, actriz, realizadora e argumentista francesa, nasceu em Paris em 1981.
Próximos filmes:
8 de Fevereiro – 7 ans de Jean Pascal Hattu
15 de Fevereiro – La Tête de Maman de Corine Tardieu
22 de Fevereiro – Barakat! De Djamila Sahraoui
01 de Março - Dans les Cordes de Magaly Richard-Serrano"
Instituto Franco-Português
Avenida Luís Bívar, 91 - 1050-143 Lisboa | Tel : 21 311 14 00 | Fax : 21 311 14 68 | infos@ifp-lisboa.com

Transportes
Metro: Saldanha, São Sebastião
Autocarros: 16/21/44/49/83/718/726/745

Fonte:
http://www.ifp-lisboa.com/

30 de Janeiro, 2010: Inauguração - JARDIM BORDALLO PINHEIRO


Inauguração dia 30 de Janeiro, às 11h.

Museu da Cidade
Campo Grande, 245

Transportes
Metro: Campo Grande
Autocarros: 7, 36, 47, 78, 96, 106, 108, 701, 738, 745, 750, 767, 777


Horário
Terça a Domingo das 10:00h às 13:00h e das 14:00h às 18:00h
Encerra 2ª feira e feriados

Fonte e imagem:
http://www.museudacidade.pt/AAcontecer/Paginas/JARDIM-BORDALLO-PINHEIRO.aspx

29 de Janeiro, 2010: Massa Crítica - BICICLETADA

18:00 - 20:30
* Lisboa - Concentração às 18:00 e saída às 19:00, no Marquês Pombal, no início do Parque Eduardo VII.

...Há alguma variedade na hora de início das bicicletadas pois, para além do mais, espera-se sempre cerca de meia hora pela chegada de mais participantes... E como anoitece mais cedo é bom trazerem luzes e reflectores... Se estiver tempo húmido também é bom trazerem vestuário de protecção... Aparece e traz amigas/os.

Fonte:
http://www.massacriticapt.net/?q=node/1032

Artigo no Jornal i sobre a Massa Crítica (aqui).

30 de Janeiro, 2010: Angariação de Potenciais Dadores de Medula Óssea - ESTÁDIO DA LUZ


A Fundação Benfica e o CEDACE realizam Sessão de Recolha de Amostras de Sangue para Inscrição de Potenciais Dadores Voluntários de Medula Óssea, no dia 30 de Janeiro - dia de jogo no Estádio da Luz, entre Sport Lisboa e Benfica e Vitória de Guimarães - entre as 14h00 e as 19h30.

A Fundação associa-se ao CEDACE (Centro Nacional de Dadores de Células de Medula Óssea, Estaminais ou de Sangue do Cordão) e promove no seu Estádio uma acção que visa a mobilização e inscrição de potenciais dadores voluntários de medula óssea que permitirá a capacidade de resposta do Centro a pessoas doentes que aguardam um dador compatível. Aumentar a capacidade de resposta passa por aumentar o número de dadores.

O Potencial dador, deve:
• Preencher um inquérito;
• Fazer uma pequena recolha de sangue (O CEDACE informa-o da sua condição de dador ou não);
• A partir daí, fica inscrito numa base de dados nacional e internacional;
• A base de dados é pesquisada diariamente para todos os doentes que necessitam de um transplante.

Requisitos:
• Ter idade compreendida entre 18 e 45 anos
• Ser saudável
• Ter pelo menos 50Kg
• Nunca ter recebido uma transfusão de sangue desde 1980

A equipa do CEDACE vai estar presente, no próximo dia 30 de Janeiro, entre as 14h00 e 19h30, na porta 9 do Pavilhão 2, ao lado da Zona Comercial do Estádio da Luz.

Mais informações sobre o CEDADE em http://www.chsul.pt/web/

Ou contacte a Fundação Benfica através do número 217 219 567.

Transportes
Metro: Alto dos Moinhos
Autocarros: 3, 64, 750, 765, 767, 768, 799

30 de Janeiro, 2010: Festa - K8th

As comemorações continuam.
De regresso ao espaço Faktory preparámos a 2ª parte do nosso aniversário.
Encabeçado pela banda La Resinance, que após paragem para produção do seu álbum de estreia regressa aos palcos para nos mostrar puro Drum'Bass tocado ao vivo.

Num hino aos clássicos 2001-2003 MEE_K e ALIF voltam a partilhar os pratos acompanhados pelos mcs TRESH e MOLIN. Começando no Liquid Drum'n'Bass de GROOVEKID e terminando no som característico de
NOLEAF os dados estão lançados.

Pela outra sala a dupla Elektro Fighterz regressa também, abordando agora, sonoridades mais tech.
A preencher as horas restantes, Party Sheet, Sebastião Delerue e o baile Funk do Dr. Bastrad.

* A entrada será LIVRE até à 1h30 e toda a noite para os portadores do bilhete do K8th pt1 (Ed Rush @ Domus).

Room 1:
23h30 - DR BASTARD
02h00 - PARTY SHEET
03h30 - SEBASTIÃO DELRUE
04h30 - ELEKTRO FIGHTERZ

Room 2:
23h30 - GROOVEKID
01h00 - LA RESINANCE [concerto]
02h30 - MEE_K b2b ALIF feat Mcs TRESH & MOLIN
04h30 - NOLEAF

Transportes
Autocarros: 60/714/720/732/738/742/758
Eléctricos: 15/18
Comboio: Alcântara Mar, Alcântara Terra

29 de Janeiro, 2010: Conversa - CRISTINA BRANCO


espaço alkantara | conversa com cristina blanco
no âmbito da residência artística
“ciencia-ficción”
 
sex 29 jan, às 19h00
 
Durante o mês de Janeiro o espaço alkantara recebeu em residência de criação a artista Cristina Blanco, que trabalhou no seu novo projecto “ciencia-ficción”, com estreia prevista para este ano.
 
Numa conversa aberta ao público, sexta 29 de Janeiro, às 19h00, a criadora dá uma breve visão sobre o novo material.
 
“ciencia-ficción” (ciência-ficção) propõe-se ser uma aproximação à ciência, uma investigação a partir de uma mente pouco científica. Pretende investigar o infinitamente grande e o infinitamente pequeno, o macrocosmos e o microcosmos; utilizar o vídeo e filmar em modo macro; recorrer a planos muito fechados que eliminam ou transformam referências de espaço e que evocam outras referências na mente do espectador; criar diferentes realidades de um mesmo espaço levando o zoom do mínimo ao máximo.
 
Pergunto-me a mim e aos outros as mesmas questões de sempre: Quem somos? Para onde vamos? O que é o universo? É infinito? Onde está? Na residência em Lisboa, quero explorar o género Musical para falar sobre estas coisas. Um Musical sobre partículas elementares e teorias científicas que explicam a história do universo? A ver vamos...' (Cristina Blanco)

A participação é gratuita. Limite máximo de 40 pessoas. Inscrições através do tel 213 152 267, tlm 919 590 730 ou email reservas@alkantara.pt

Transportes
Autocarros: 28/60/74/706/713/714/727/732/794
Coimboio: Santos
Eléctricos: 15/18/25/28
Fonte e imagem:
http://www.alkantara.pt/projectos.php?lang=1&id=263

27 de Janeiro, 2010: Ordem dos Arquitectos - CRISTINA SALVADOR APRESENTA PRÉMIO TÁVORA EM LISBOA


DIÁRIO DO DESERTO – NAMIBE 2009
27 Janeiro, 18h30, Auditório da Sede Nacional da Ordem dos Arquitectos, Lisboa

"Cristina Salvador apresenta na sede nacional da Ordem dos Arquitectos o filme / conferência Diário do Deserto – Namibe 2009, proposta vencedora da 4ª Edição do Prémio Távora.

“(...) O Prémio Fernando Távora permitiu-me organizar as reflexões e emoções recolhidas e sentidas ao longo da viagem e as informações que nela ou sobre ela me foram sendo transmitidas. (...) Com este diário de viagem participo na discussão sobre o território do Deserto, local de confronto entre diferentes lógicas de regulação. Não pretendendo apresentar uma compilação de informações, mas antes transmitir conhecimento através do que vivi nesta viagem, ou do que procurei conhecer através do que lá vivi. Como escreveu o Fernando Pessoa “o que vemos, não é o que vemos, senão o que somos”. (...)”
Cristina Salvador"
 
Local:
Ordem dos Arquitectos - Secção Regional Sul
Travessa Carvalho 21-25, Lisboa

Transportes
Metro: Cais do Sodré
Autocarros: 1/32/36/706/714/744/758/781/782/790/792
Eléctricos: 15/18/25
 
Fonte:

24 de Janeiro e 28 de Fevereiro, 2010: Visitas guiadas - JANE E LOUISE WILSON


Visitas guiadas - Jane e Louise Wilson: Tempo Suspenso

De 22/01 a 18/04/2010
Das 10h00 às 18h00
Terça a Domingo
Centro de Arte Moderna


PÚBLICO ADULTO
Não requer marcação prévia
Gratuito

DOMINGOS COM ARTE (90 min.)
24 Jan. e 28 Fev.
às 12h00

Fonte e imagem:
http://www.gulbenkian.pt/media/files/FTP_files/imagens_alta_resolucao/2010/JaneLouise/HR_Room11.jpg

24 de Janeiro, 2010: Aula Magna - GRANDE EXIBIÇÃO ARTÍSTICA DA UNIVERSIDADE NORMAL DO NORDESTE DA CHINA


às 21:30

Dança, música folclórica, artes marciais, caligrafia e outras formas de arte compõem o programa desta exibição artística. O evento apresenta a cultura e as artes tradicionais chinesas, incluindo os estilos e as principais abordagens contemporâneas de estudantes universitários chineses.

Instituto Confúcio da Universidade de Lisboa
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Edifício C7
1749-016 Lisboa

Phone
  • | +351 210 170 163/4
Fax
  • | +351 217 933 624



Fonte e imagem:
http://www.ul.pt/portal/page?_pageid=173,1048202&_dad=portal&_schema=PORTAL

23 e 30 de Janeiro, 2010: Debates - CARDOSO PIRES NO SÃO LUIZ



DEBATE
23 E 30 JAN

CARDOSO PIRES NO SÃO LUIZ

CICLO LEITURAS E MÚSICA
JARDIM DE INVERNO M/6
Sábado às 17h30
 
"As Publicações Dom Quixote assinalam a importante figura do panorama literário português do século XX que foi José Cardoso Pires. Romancista, contista, ensaísta, dramaturgo, jornalista, crítico e copy-writer de publicidade, José Augusto Neves Cardoso Pires nasceu a 2 de Outubro de 1925, na aldeia de São João do Peso, e viria a falecer a 26 de Outubro de 1998, em Lisboa, cidade que inspirou inúmeras crónicas e que habitou toda a sua obra literária.

Organização Publicações Dom Quixote

Serviço de interpretação em língua gestual portuguesa
Necessária marcação com 7 dias de antecedência: Tel. 213 257 650 / E-mail: bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Programas em Braille e ampliado
Necessário contactar o Teatro com 7 dias de antecedência: Tel. 213 257 640 / geral@teatrosaoluiz.pt


23 JAN
50º ANIVERSÁRIO DA PUBLICAÇÃO DE O RENDER DOS HERÓIS

Apresentação Luís Francisco Rebelo
Leitura Cármen Dolores Ruy de Carvalho, actores que representaram na sua estreia (1965)

30 JAN
30º ANIVERSÁRIO DA PUBLICAÇÃO DE CORPO DELITO NA SALA DE ESPELHOS

Apresentação Luís Francisco Rebelo
Leitura Lia Gama, Mário Jacques, Rui Mendes e António Montez"

Transportes
Metro: Baixa-Chiado
Autocarros: 92/758/790
Eléctrico: 28

Fonte e imagem:

25 de Janeiro, 2010: Conferência - CINCO ÁFRICAS/CINDO ESCOLAS


"Na próxima 2ª feira, 25 de Janeiro pelas 18h30, realiza-se na Ordem dos Arquitectos em Lisboa a conferência de apresentação dos projectos «Cinco Áfricas/Cinco Escolas» que representaram Portugal na 8ª Bienal Internacional de Arquitectura de São Paulo e que estão agora em exposição na Ordem dos Arquitectos. Na ocasião será também apresentado o catálogo da exposição na Livraria A+A.
Estará presente o Director-Geral das Artes do Ministério da Cultura, Jorge Barreto Xavier, e o Presidente da Ordem dos Arquitectos, João Belo Rodeia. Com introdução do comissário da exposição, Manuel Graça Dias, os arquitectos participantes, Inês Lobo, Jorge Figueira, Pedro Maurício Borges, Pedro Reis e Pedro Ravara + Nuno Vidigal, vão apresentar os projectos de escolas criados para lugares específicos dos cinco países africanos de língua portuguesa (Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique).
Como representação na BIA’09, entre 31 de Outubro e 6 de Dezembro, «Cinco Áfricas/Cinco Escolas» foi organizada e produzida pela Direcção-Geral das Artes do Ministério da Cultura. A apresentação em Lisboa é feita em co-produção com a Ordem dos Arquitectos e em parceria com a Livraria A+A.

A proposta de Portugal para a BIA’09 revestiu-se, do ponto de vista institucional, de especial interesse indo ao encontro da Declaração dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (adoptada em 2000, por todos os 189 Estados Membros da Assembleia Geral das Nações Unidas), nomeadamente pela «Meta 2. Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, terminem um ciclo completo de ensino primário (...)»

Pretende-se, agora, que «Cinco Áfricas/Cinco Escolas» não se esgote na exposição, uma vez que o projecto foi pensado como uma oportunidade de construção efectiva das escolas nos locais para os quais foram idealizadas."

Local:
Ordem dos Arquitectos - Secção Regional Sul
Travessa Carvalho 21-25, Lisboa

Transportes
Metro: Cais do Sodré
Autocarros: 1/32/36/706/714/744/758/781/782/790/792
Eléctricos: 15/18/25

Contactos:
Direcção-Geral das Artes do Ministério da Cultura
Av. da Liberdade, 144 – 2º andar, 1250-146 Lisboa
T: +351 211 507 010
F:+351 211 507 261
E: geral@dgartes.pt www.dgartes.pt
www.dgartes.pt/saopaulo2009/index.htm

Fonte e imagem:
http://arquitectos.pt/index.htm?no=2020491919,154

21 de Janeiro, 2010: Inauguração - NOVAS EXPOSIÇÕES NO CAM


                  Oddments Room, 2008


das 18:30 às 21:30
"Novas exposições que inauguram no CAM: "Jane e Louise Wilson - Tempo Suspenso", "Abstracção e Figura Humana na Colecção de Arte Britânica do CAM", "O Fio Condutor - Desenhos da Colecção do CAM" e ainda uma remontagem da exposição permanente."

Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
Rua Dr. Nicolau de Bettencourt

Transportes
Metro: São Sebastião
Autocarros: 16/56/718/726/742/746/718

Imagem:
http://www.gulbenkian.pt/index.php?section=8&artId=2281&langId=1

23 de Janeiro, 2010: Concerto - NADINE ROSSELLO


às 21h00

ENTRADA LIVRE

"Das polifonias corsas ao canto italiano, passando pelo grego, o francês, o catalão ou o occitano não deixando de visitar autores portugueses, Nadine Rossello, filha de mãe corsa e pai italiano, cantora e instrumentista (guitarra, piano e acordeão), envolve-nos na sua voz quente, poderosa, emotiva e leva-nos, à deriva, numa viagem musical pelo Mediterrâneo, na companhia também dos seus cúmplices: Didier Dulieux (acordeão), Brahim Dhour (violino e alaúde) e Laurent Paris (percussões)

Música, prazer, humor, poesia, emoção e cumplicidade.
Deixe-se levar!

RESERVE JÁ O SEU LUGAR.

Saiba mais em www.myspace.com/nadinerosselloCom sete discos gravados, muitos concertos e participações em discos de terceiros, Nadine Rossello começou pelas polifonias corsas antes de alargar o seu repertório ao universo mediterrânico. Há dez anos atrás, abalou o mundo, algo fechado, das polifonias corsas, ao fundar o grupo misto Rifa i passi, composto por dez elementos, da região de Toulouse. No repertório, as polifonias corsas, num misto de cantos tradicionais e contemporâneos, profanos e religiosos. Nadine Rossello, assumia a direcção e os arranjos dos dois discos que gravaram. Nadine Rossello organizou vários estágios de polifonias corsas e foi também alargando o seu repertório, dando a conhecer ou redescobrir outras sonoridades do quente Mediterrâneo.


NADINE ROSSELLO
Fez primeiras partes do grupo Imuvrini, mas também de Jackie Micaelli ou dos nossos bem conhecidos, Cesária Évora e Lluis LLach.

DIDIER DULIEUX
Didier Dulieux já pisou o palco do IFP quando acompanhou Jean-Pierre Tailhade no seu recital “Lá-bas”. Em 1986 anhou o Primeiro Prémio e a Medalha de Ouro no concurso nacional de acordeão de Paris. Depois de ter terminado os seus estudos em Geologia, diplomou-se, em 1994, em Musicologia na Université du Mirail, em Toulouse. É nos bailes populares da região que Dulieux, em 1992, se apresenta nos palcos de Toulouse. Entre 1994 e 1997, acompanha musicalmente o grupo de fotógrafos Lucette Omnibus, no âmbito de vários festivais de rua. Actualmente faz parte também de vários grupos e projectos: o trio Tibal Bazar, com um papel na renovação das músicas de baile; o duo de acordeão e voz com Hervé Suhubiette e outros na área do jazz e do blues.


BRAIHM DHOUR
Para além de tocar violino e alaúde, Dhour é também compositor. Nasceu em Casablanca em 1972. A música faz parte da sua vida desde tenra idade. Apresenta-se em palco cm apenas treze anos, ainda autodidacta. Aos 16 anos entra para o conservatório e instala-se em Toulouse em 1998. É ali que começa a frequentar o mundo do jazz e dos músicos latino-americanos, graças ao seu irmão percussionisa, Abel Dhour. Marcado também pelo espírito musical do violinista indiano Subramaniam e o alaúdista marroquino Saïd Chraïbi, descobre a música irlandesa, a indiana, a manouche… Enfim as músicas do mundo que vai desvendando nos seus encontros musicais. Participa em vários projectos musicais. É um dos criadores do grupo Amazir, com o qual participa em vários festivais pelo mundo. Fez também uma digressão com o grupo La Changa. Encontrou-se com os gregos Mode Plagal. Tocou com Cheb Khaled no Zénith, em Toulouse. Compõe para teatro, para vários discos de muitos outros companheiros, assinando também arranjos.
http://vids.myspace.com/index.cfm?fuseaction=vids.individual&VideoID=21073264


LAURENT PARIS
Percussionista e escultor, mistura técnicas e fontes sonoras para desenvolver o seu próprio universo estético e musical. Há mais de vinte anos que participa, em França e no resto do mundo, em diferentes encontros, criações, performances, gravações e exposições com artistas de Jazz, Música Improvisada, Pop, Circo, Dança, performances plásticas, Músicas tradicionais, vídeo, etc., com, entre outros, Guillaume de Chassy, Daniel Yvinek, Steve kindwald, Les Elégantes Machines, Elsa Wolliastone, Miles Copeland, Cirque Archaos, Guillaume Bautista, Debashish Brahmachari, Denis Badault, Johann Bourquenez ou Marc Demereau.
É co-fundador do grupo ENOZ."

Instituto Franco-Português
Avenida Luís Bívar, 91 - 1050-143 Lisboa | Tel : 21 311 14 00 | Fax : 21 311 14 68 | infos@ifp-lisboa.com

Transportes
Metro: Saldanha, São Sebastião
Autocarros: 16/21/44/49/83/718/726/745

Fonte e imagem:
http://www.ifp-lisboa.com/

19 de Janeiro, 2010: Shortcutz - TERCEIRA SESSÃO


das 21:30 às 00:30
Bicaense Café, Rua da Bica de Duarte Belo 42-A

CURTAS A COMPETIÇÃO:
- 'Breu' de Jerónimo Rocha, com a presença de Jerónimo Rocha (realizador), Tiago Xavier (actor e co-autor) e Rita Barbosa (animação).
- 'Assim Assim' de Sérgio Graciano, com a presença de Sérgio Graciano (realizador), Albano Jerónimo (actor) e Ivo Canelas (actor).

CURTA CONVIDADA:
- 'Cães Marinheiros' de Joana Toste, com a presença de Joana Tostes (realizadora).

CONVIDADO ESPECIAL:
- Rui Pregal da Cunha (músico e director de arte).

Transportes
Metro: Baixa-Chiado
Autocarro: 92, 758, 790
Eléctrico: 28

19 a 24 de Janeiro, 2010: Programação - ASSOCIAÇÃO BACALHOEIRO

Terça 19
Filmes com jantar. Ciclo de Janeiro: Alucinações
21h- Jantar vegetariano.
22h30 – Naked Lunch, David Cronenberg Canadá 1991, 110´. Com Peter Weller, Judy Davis, Ian Holm. Legendado em português.





Com a inigualável assinatura de David Cronenberg, “Naked Lunch” é um dos mais bizarros e desconcertantes filmes dos últimos tempos. Adaptado ao cinema a partir do romance não menos perturbante de William S. Burroughs é uma história sem enredo definido, que David Cronenberg ousou adaptar, inventando novas formas para o cinema.

ver trailer
ler mais

Quarta 20
One Man Show
22h30 | Ex Naive



Uma experiência instrumental com sons que não saíam da cabeça de uma baterista inquieta, daí veio o Ex Naive.
O projecto nasceu e se chamava Naive, por sê-lo, mas não encontrou lugar em meio a tantos outros com
o mesmo nome. Acabou por se tornar Ex Naive, nos dois sentidos. Mistura caixa de ritmos, guitarra distorcida e rock.

00h | CajóColo (world music dj set)

Quinta 21
22h30 - Jazz Jamsession

Sexta 22
Rock de Garagem
22h30 | Ugly Corner (rock / punk / grunge)
Pedro - voz, guitarra
Bruno - guitarra
David - baixo, vozes
Nando – bateria

Bellenden Ker (rock / punk / grunge)
Influenciadas pelo punk – rock alternativo, o seu directo é cheio de explosões de energia e gritos de libertação. Em palco, as “meninas dos collants e dos vestidos esfarrapados” dão largas á veia artística e criativa e oferecem um espectáculo completo, com bonecas de trapos, bolhas de sabão, originais make-ups.

Marta Lefay – voz / guitarra
Sally Ker – Bateria
Miss Garrrage – voz / guitarra

01h | dj set Juanita Calamidad e Corporación no te vayas corazón (rock and world pendejo)

Sábado 23
23h | HMB (soul / r&b português)

01h | Dedydread (reggae/dub/ska/northern soul)


Domingo 24
20h - JazzMingus - Concertos de Jazz
Nuno Ferreira & Afonso Pais
Nuno Ferreira – Guitarra
Afonso Pais – Guitarra



Dois dos mais importantes guitarristas de jazz nacional, executantes virtuosos, compositores e intérpretes de grande qualidade.



vem, e traz um amigo também
Rua dos Bacalhoeiros, 125
Transportes
Metro: Terreiro do Paço
Autocarros: 01/36/37/40/44/60/92/706/709/711/714/732/745/759/781/790/794
Eléctricos: 12/15/18/25/28

Fonte e imagens:
http://bacalhoeiro.ning.com/

19 de Janeiro, 2010: Conferência - TARA GANDHI "GANDHI, A ÍNDIA E O MUNDO"



Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna 45 A - 1067-001 Lisboa
Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
Rua Dr. Nicolau de Bettencourt

Transportes
Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 16/56/718/726/742/746/718

16 de Janeiro, 2010: Colóquio - HÁ MAIS VIDA PARA ALÉM DO PIB

Às 15:30
"Evento realizado em Janeiro de 2010 com vista a lançar o debate em torno de indicadores alternativos de desenvolvimento e riqueza. ATTAC abre o debate público em Portugal sobre a medida e os indicadores de desenvolvimento e qualidade de vida.
O Colóquio conta com a participação dos economistas
Gualter Baptista, activista do GAIA e investigador do ECOMAN - Centro de Economia Ecológica e Gestão do Ambiente – FCT/UNL
José Castro Caldas CES – Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra
Luis Francisco Carvalho ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa
Manuela Silva Professora Universitária (aposentada)
Susana Peralta Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa.
  
Desenvolvido no contexto da Grande Depressão dos anos 30 e da II Guerra Mundial, acompanhando a ascensão da macroeconomia keynesiana, o PIB tornou-se um dos mais conhecidos indicadores económicos. O seu elevado grau de disponibilidade e de comparabilidade, entre países e ao longo do tempo, transformaram o PIB na medida privilegiada do sucesso das economias e das sociedades, em termos do discurso académico, mas também ao nível do debate político e da atenção mediática.
No entanto, há muito que foram sendo notadas as limitações do PIB, quer como medida da produção e do crescimento económico, quer, sobretudo, como indicador de qualidade de vida ou de bem-estar. A discussão sobre as insuficiências do PIB e a necessidade de o substituir ou complementar com outros indicadores tem ganho crescente relevância, tendo merecido a atenção de organizações como a ONU, a União Europeia ou a OCDE – particular destaque merece, neste contexto, a iniciativa do Governo Francês que conduziu à elaboração de um relatório sobre o tema, recentemente publicado, coordenado pelos conhecidos economistas Joseph Stiglitz e Amartya Sen. Neste âmbito, as propostas têm convergido na necessidade de incluir as dimensões da sustentabilidade social e ambiental dos processos económicos, reflectindo a crescente saliência destas questões no debate público.

A discussão sobre o PIB constitui uma oportunidade para reflectir sobre os objectivos que as nossas sociedades, mais ou menos ‘desenvolvidas’, podem e devem prosseguir, bem como sobre os valores que estão subjacentes às escolhas com que nos deparamos. Este é um debate que não pode ficar confinado à dimensão técnica dos ‘especialistas’. A participação alargada da sociedade na definição dos padrões de orientação e avaliação dos caminhos por onde passará o nosso futuro colectivo é, desde logo, uma elementar exigência democrática.
:::
O Colóquio realiza-se a 16 de Janeiro de 2010, às 15h, nas instalações da Biblioteca Museu República e Resistência."

Ecrã inteiro
BIBLIOTECA MUSEU REPUBLICA RESISTENCIAMorada:
Rua Alberto de Sousa 31
Lisboa
 
Transportes
Metro: Cidade-Universitária, Entrecampos
Autocarros: 31, 54, 701, 732

Fonte e imagem:

16 de Janeiro, 2010: Super Disco - JOAQUIM PAULO


Joaquim Paulo
MM Café
MÚSICA
às 18h30

Music of my heart é uma gema raríssima de 1977, mais conhecida pelos valores exorbitantes em leilões que pelo funk e soul superiores de John Heartsman And Circles. A recente reedição pela Jazzman colocou finalmente uma cópia do LP em casa do editor discográfico Joaquim Paulo que, emotivamente, o considera o holy grail da sua vasta colecção. O autor da série Covers para a Taschen escolhe-o como super disco para partilhar a sua música, em primeiro lugar, mas também todas as histórias que a sua busca proporcionaram.
 
Transportes
Metro: Roma
Comboio: Areeiro
Autocarros: 7/35/40/56/708/722/727/767
 
Fonte:

16 a 25 de Janeiro, 2010: Exposição - CINCO ÁFRICAS, CINCO ESCOLAS



"Cinco Áfricas, Cinco Escolas chega à OA
A Direcção Geral das Artes em co-produção com a Ordem dos Arquitectos, inaugura no próximo dia 16 de Janeiro, às 14h, na Galeria de Exposições da Sede Nacional da OA, a exposição Cinco Áfricas/Cinco Escolas, que representou Portugal na 8ª Bienal Internacional de Arquitectura de São Paulo. 
O comissário da proposta é o arquitecto Manuel Graça Dias que convidou um grupo de seis arquitectos portugueses, todos eles nascidos nos anos 60, autores dos cinco projectos de escolas a construir em outros tantos países africanos de língua portuguesa, respectivamente:
-  Inês Lobo (Achada Fazenda, Cabo Verde);
- Pedro Maurício Borges (Cacheu, Guiné-Bissau);
- Pedro Reis (Santa Catarina, São Tomé e Princípe);
- Jorge Figueira (Benguela, Angola);
- e a dupla Pedro Ravara/Nuno Vidigal (Vila do Milénio, Lumbo, Nampula, Moçambique).
Perante o desfio de construir uma participação na Bienal de São Paulo que fosse mais “propositiva, eventualmente útil e que não se esgotasse no narcisismo das mostras/representações convencionais”, o olhar “foi voltado para África e para os países de lingua oficial portuguesa que nos são afectiva e historicamente mais próximos”, resume Manuel Graça Dias no texto de apresentação da exposição.
Conhecidas as grandes carências com que essas jovens nações se debatem no sentido da construção de sociedades mais justas e democráticas, no meio dos enormes desequilíbrios provocados pela irracionalidade económica mundial, o tema da educação e das construções a ela dedicada, não pôde deixar de nos surgir como o mais premente e o que maior sentido faria estimular e promover. Uma ou mais escolas para África, a primeira ideia que então se esboçou”, explica.
Assim foram encomendadas a cinco equipas “cinco propostas concretas de projectos para edifícios escolares de grande qualidade arquitectónica e de baixo custo, fortemente "sustentáveis", em termos de manutenção futura e de resposta, quer social quer ambiental; projectos que serão posteriormente oferecidos pelo Estado português às nações africanas presentes na C.P.L.P. (Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique)", escreve o comissário.
É a exposição ‘dramatizada’ destas cinco maquetas, num registo em que “os trabalhos dados a ver não aparecerão envoltos em orçamentos milionários” que constitui a representação nacional na Bienal de São Paulo, "uma colecção" que se constituirá no objecto principal da mostra/representação. "Será igualmente editado um catálogo de "ilustração do método de trabalho" e de exposição dos resultados do conjunto da acção”, refere Manuel Graça Dias.
O catálogo incluirá ainda os textos de cinco críticos da mesma geração que foram convidados a acompanhar o trabalho de cada um dos arquitectos (Nuno Grande, Diogo Seixas Lopes, Ricardo Carvalho, Ana Vaz Milheiro e André Tavares), bem como um texto do arquitecto José Manuel Fernandes sobre o historial da arquitectura colonial portuguesa nos anos 60 e 70 nos países africanos envolvidos.
Não se devendo esgotar na exibição/presença em São Paulo o esforço despendido, os projectos encomendados deverão depois seguir para os respectivos destinos, tentando o Governo português (através de patrocínios comerciais ou institucionais) a sua viabilização, em termos de construção. Uma "segunda edição" do catálogo deverá vir a ser divulgada, englobando em mais um ou dois cadernos os resultados finais das operações de construção dos diversos projectos”, remata o comissário.
No dia 25 de Janeiro, às 18h30, decorrerá na Ordem dos Arquitectos uma conferência sobre o projecto.
Mais em http://www.dgartes.pt/saopaulo2009/index.htm"

Ordem dos Arquitectos - Secção Regional Sul
Travessa Carvalho 21-25, Lisboa

Transportes
Metro: Cais do Sodré
Autocarros: 1/32/36/706/714/744/758/781/782/790/792
Eléctricos: 15/18/25

Fonte:
http://www.oasrs.org/conteudo/agenda/noticias-detalhe.asp?noticia=1988

18 de Janeiro, 2010: Campanha de dadores de medula óssea - OASRS

"OASRS lança campanha de dadores de medula óssea A Ordem dos Arquitectos-Secção Regional Sul e o Centro de Histocompatibilidade do Sul promovem, no dia 18 de Janeiro de 2010, uma campanha de inscrição de dadores de medula óssea, que vai decorrer na sede da Ordem dos Arquitectos, das 9h às 12h. O lema da campanha é “Com um pequeno gesto pode salvar a vida de alguém”.
Durante o período da manhã do dia 18 de Janeiro uma brigada de técnicos do Registo Português de Dadores de Medula Óssea estará nas instalações da OA para receber os candidatos a dadores de medula óssea. Recorde-se que o transplante de medula óssea é, para muitos doentes, a única esperança de vida.
Para ser dador de medula óssea é necessário preencher os seguintes requisitos:
- Ter entre 18 e 45 anos
- Ter, no mínimo 50Kg
- Não ser portador de doenças crónicas ou autoimunes
- Nunca ter recebido uma transfusão de sangue, desde 1980
- Não necessita de vir em jejum
- É necessário trazer BI ou Cartão do Cidadão
- No caso dos cidadãos estrangeiros, trazer Visto de Residência
A sua participação nesta campanha é vital. Encontrar um dador compatível é uma tarefa muito difícil, visto sermos geneticamente muito diferentes.
Apenas 25% dos doentes tem um dador familiar compatível, portanto qualquer um de nós pode responder às 75% de hipóteses de cura de um doente.
Participe. Envie um mail para comunicacao2@oasrs.org e inscreva-se como candidato a dador. Depois só terá que vir à OA no dia 18 de Janeiro durante a manhã, responder a um pequeno inquérito e dar uma pequena amostra do seu sangue.
Lembre-se que o seu contributo pode salvar vidas.
Para saber mais sobre o processo de colheita de medula óssea clique em:
Como ser Dador de Medula Óssea
Folheto Informativo
Inquérito de Inscrição
Mais em http://www.chsul.pt/web/"

Ordem dos Arquitectos - Secção Regional Sul
Travessa Carvalho 21-25, Lisboa

Transportes
Metro: Cais do Sodré
Autocarros: 1/32/36/706/714/744/758/781/782/790/792
Eléctricos: 15/18/25

Fonte:
http://www.oasrs.org/

16 de Janeiro, 2010: ANIMALÁRIO UNIVERSAL DO PROFESSOR REVILLOD - Atelier estrambótico para crianças


Vem descobrir o mirabolante universo do Animalário Universal do Professor Revillod, onde existem os mais extraordinários animais: um tigre com corpo de vaca e cabeça de galinha ou um estrambótico hipopótamo com corpo de pulga e rabo de peixe. Neste atelier, vamos explorar as diferentes combinações de animais, inventar o nosso próprio animal e responder a um sem-número de perguntas: Que som fará? O que come? Como se movimenta? São 45 minutos de imaginação, orientados por Susana Alves, a convite da Orfeu Mini.
A participação é livre e podes trazer o pai, a avó, o vizinho, a amiga ou o irmão... Aparece e aprende, divertindo-te!

ANIMALÁRIO UNIVERSAL DO PROFESSOR REVILLOD
Atelier estrambótico para crianças 4 - 8 anos

FNAC Colombo | 16 Janeiro | sábado | 11h00

Fnac Colombo
Centro Comercial Colombo – Av. Lusíada | Benfica | Lisboa


Transportes
Autocarros: 3/64/729/750/765/767/799
Metro: Colégio Militar/Luz

www.orfeunegro.org
ORFEU NEGRO
rua da trindade, n.º 5 – 2.º fte
1200-467 lisboa
t +351 21 3244170
f +351 21 3244171

16 de Janeiro, 2010: Concerto Coral - JOVENS VOZES DE LISBOA


Transportes
Metro: Baixa-Chiado
Autocarros: 92, 758, 790
Eléctrico: 28

Fonte:
http://www.saocarlos.pt/gca/?id=415

17 de Janeiro, 2010: CICLO-OFICINA

Ciclo-Oficina - Nova Etapa - Novo local

Precisam de ajuda a reparar algum problema na bicicleta? Querem ajudar outros a reparar as suas bicicletas? Conhecer mais gente que também circula de bicicleta por Lisboa?

Alguns ciclistas compromete-se a estar no terceiro domingo de cada mês no Jardim Fernando Pessa (junto ao Fórum Lisboa) a partir das 15h para ajudar quem precisa a resolver algum problema. Não fornecemos peças, só boa vontade!

Ver o mapa.

A próxima é já neste Domingo

Aparece!


Transportes
Metro: Roma, Areeiro
Autocarros: 7, 22, 35, 40, 56, 60, 767

13 de Janeiro, 2010: Milonga - JUNTA DE FREGUESIA DE SANTO ESTEVÃO



Entrada livre e gratuita
21:30h às 24:00h

Salão da Junta de Freguesia de Santo Estevão (mapa)
Rua dos Remédios, 53 r/c e 57-A, 2º andar
Alfama - Lisboa

O bar terá sopa de legumes, salgadinhos, café, chá, vinho do porto!

Uma forma de agradecer o espaço para dançar é consumir no bar :)


Fonte:
Imagem:

13 e 16 de Janeiro, 2010: Documentário - MARIA DE LOURDES PINTASSILGO



Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna 45 A - 1067-001 Lisboa
Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
Rua Dr. Nicolau de Bettencourt

Transportes
Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 16/56/718/726/742/746/718

Artigo do Jornal Público sobre o documentário (aqui).

12 a 17 de Janeiro, 2010: Programação - ASSOCIAÇÃO BACALHOEIRO


Terça 12
Filmes com jantar. Ciclo de Janeiro: Alucinações
21h- Jantar vegetariano.
22h30 – Coração Selvagem, David Lynch, EUA 1990, 124´.


ver trailer

Quarta 13
Todas as Quartas as 21h - SUSHI
One Man Show
22h30 - B-Fachada (folque)loro muito erudito

Entre a tradição popular e a pop mais contemporânea, este cantor, compositor e multi-instrumentista revela-se como um novo talento da música nacional actual.


00h | Dj Orquestra Invisível (jazz)

Quinta 14
Todas as Quintas as 21h – Fondue carne / queijo
22h30 - Festa de apresentação alunos dos workshops dj + vj realizados no Bacalhoeiro.
Duplas de dj / vj apresentarão pela 1ª vez os seus trabalhos ao público.

Sexta 15
Todas as Sextas às 21h – 1001 maneiras de cozinhar bacalhau

Sextas de Janeiro - Rock de Garagem -
22h30 | The Ballis Band (rock / blues)
Nascidos em Évora em 2006, gravaram em 2009 o seu primeiro EP com músicas originais.

João Costa – Guitarra
Ana Mira – Voz
João Vieira – Guitarra
Pedro Cameirão – Bateria
Tiago Gonçalves – Baixo

00h | Alucina (rock)
Alucina é um power trio de distorções enraivecidas, letras sentidas e ritmos urgentes, que gostam de definir o seu som como Rock Honesto.

Fábio (Oregos) - Guitarra/Voz
Norte - Baixo
Lourenço - Bateria

01h | Dj set Wildcat Daddy O (50s rock ´n roll / rockabilly / swing)


Sábado 16
Todos os Sábados as 21h Comidas do mundo.
23h | Binana Bisso (afro / fusão)
01h | SoundSistahs (afro beat / funk / soul)
LadyGBrown / SelectAlice / Ingrid Fortes


Domingo 17 - JAZZMINGUS Concertos de Jazz
A sua voz grave e quente, permite-lhe interpretações muito particulares e personalizadas. Do repertório do grupo fazem parte os standards dos grandes compositores do jazz norte americano como: Cole Porter, Duke Ellington, George Gershwin, Miles Davis, entre outros.

Maria João Matos - Voz
Zé Soares - Guitarras
Alexandre Simões / Flapi – saxofone / flauta


vem, e traz um amigo também
Rua dos Bacalhoeiros, 125
Transportes
Metro: Terreiro do Paço
Autocarros: 01/36/37/40/44/60/92/706/709/711/714/732/745/759/781/790/794
Eléctricos: 12/15/18/25/28

Fonte e imagens:
http://bacalhoeiro.ning.com/

12 de Janeiro, 2010: Café Philo - A ESTUPIDEZ / LA BÊTISE ?

Debate em francês e português animado por
 
Jean-Yves Mercury
Dominique Mortiaux
Nuno Nabais
 
"É já amanhã dia 12 às 21h00 o primeiro Café Philo deste ano. É na cafetaria do Instituto Franco-Português e o tema é: A Estupidez / La bêtise.
 
« La bêtise », tel sera le thème de notre prochain café-philo du mardi 12 janvier 2010, à 21h à l’institut franco-portugais. Voilà une notion en un sens problématique car elle peut être référée à un comportement, à un discours ou encore à une attitude. En tout état de cause il s’agit d’un jugement de valeur qui relève d’un point de vue qui lui se définit comme « plus raisonnable », « plus intelligent » ou encore « plus juste ». C’est dire que la bêtise est une réalité humaine bien que l’on puisse constater que la racine du mot renvoie explicitement à « la bête ». Or d’un point de vue philosophique la bestialité reste le propre de l’homme et non de l’animal. Est-ce dire pour autant que la bêtise nous ramène du côté de l’animalité ? Nous ne le pensons pas vraiment même si, en bien des cas, celui/celle que l’on juge « bête » semble précisément manquer d’intelligence, de jugement, de raison. Autant de qualités qui sont en partage, inégal certes, au sein de l’humanité. Alors qu’est-ce donc que la bêtise ? N’est-ce qu’un comportement lié à l’absence de perspicacité ? N’est-ce qu’un défaut du jugement ? N’est-ce qu’une absence de pensée ? Par pensée il nous faut entendre une activité normée par la raison et le souci de cohérence interne comme par la recherche de la vérité…Or nous le savons bien, penser, en ce sens, est un travail qui exige réflexion, questionnement et ouverture d’esprit. Descart! es le ra ppelle souvent, ce qui nous sépare des bêtes c’est la seule pensée dont la preuve tangible reste le langage articulé et c’est en ce sens qu’il nous rappelle que « le bon sens est la chose du monde la mieux partagée ». Il veut dire par là que tout homme est capable de penser et d’exprimer ses pensées afin de se faire comprendre. Mais si tel est bien le cas que penser de la bêtise ? Ne peut-on dire qu’elle est, elle aussi, la chose du monde la mieux partagée ? Or si il en est ainsi quels sont les critères qui nous permettraient de l’établir ? Y a-t-il des degrés de bêtise dont les conséquences seraient plus ou moins dommageables ? La bêtise est-elle objectivement liée à des facteurs socio-culturels et économiques ? Est-elle réductible à un manque de culture par exemple ? N’est-elle qu’étroitesse d ‘esprit, possible stupidité voire imbécillité ? N’y aurait-il pas une bêtise valorisée, celle de la simplicité du cœur, celle qui échappe aux calculs, ceux de la manipulation et domination ? « Heureux les simples d’esprit ! »… mais cela veut-il dire qu’il sont « bêtes » vraiment ? Bref nous aurons de quoi à débattre en évitant si possible de nous faire happer par la bêtise dont nous pouvons sans doute penser qu’elle peut être collective tout autant qu’individuelle. « Bête » avez-vous dit mais qu’est-ce donc?"

Instituto Franco-Português
Avenida Luís Bívar, 91 - 1050-143 Lisboa | Tel : 21 311 14 00 | Fax : 21 311 14 68 | infos@ifp-lisboa.com

Transportes
Metro: Saldanha, São Sebastião
Autocarros: 16/21/44/49/83/718/726/745

Fonte:
http://www.ifp-lisboa.com/

14 de Janeiro, 2010: Poesia em Vynil - VALTER HUGO MÃE/JP SIMÕES


a partir das 21:30
"O «Poesia em Vynil» é um projecto organizado por Raquel Marinho e Luís Filipe Cristóvão, com o objectivo de divulgar novos poetas e novos músicos. Nos primeiros seis meses do ano decorrerão sessões no restaurante Vinyl, em Alcântara, em Lisboa, com concertos e leitura de poemas, entre outras actividades. A primeira sessão é no dia 14 de Janeiro, com valter hugo mãe, que terá como banda sonora a música de JP Simões. A leitura de alguns poemas de valter hugo mãe estará a cargo de Fernando Alves."

Restaurante Vinyl (Edifício da Orquestra Metropolitana de Lisboa)
Travessa da Galé, 36, Alcântara (junto da antiga FIL, mapa)

Transportes
Comboio: Alcântara Terra, Alcântara Mar
Autocarros: 1, 28, 56, 60, 201, 203, 714, 727, 732, 742, 751
Eléctrico: 15

Fonte:
http://blogtailors.blogspot.com/2010/01/poesia-em-vynil.html

14 e 16 de Janeiro, 2010: FOYER ABERTO TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS


14 de Janeiro às 18:00h , Foyer | ENSEMBLE D. JOÃO V
Obras de ANTÓNIO TEIXEIRA, GEORG FRIEDRICH HÄNDEL, JOÃO DE SOUSA CARVALHO, ANTONIO VIVALDI

Ensemble D. João V
soprano Sandra Medeiros
violino Tera Shimizu
violino Margareta Sandros
viola Paul Wakabayashi
violoncelo Paulo Gaio Lima
violone Duncan Fox
cravo Candida Matos


16 de Janeiro
às 21:00h , SALÃO NOBRE | CONCERTO CORAL “JOVENS VOZES DE LISBOA”
Obras de ANTONIO VIVALDI , WOLFGANG AMADEUS MOZART, GEORG FRIEDRICH HÄNDEL, CÉSAR FRANCK, GIOACCHINO ROSSINI,  ALEXANDER BORODINE, VINCENZO BELLINI, GIUSEPPE VERDI, FRANZ LEHAR, GEORGES BIZET, EMMERICH KALMAN, JIM PAPOULIS, KEITH HAMPTON

Soprano Ana Paula Russo
Mezzo-Soprano Maria Luísa de Freitas

Piano e Direcção Musical
Nuno Lopes
Coro JOVENS VOZES DE LISBOA

 
Transportes
Metro: Baixa-Chiado
Autocarros: 92/758/790
Eléctrico: 28

Fonte:
http://www.saocarlos.pt/gca/?id=415

10, 30 e 31 de Janeiro, 2010: Actividades - CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

10 de Janeiro
Percurso das Árvores Classificadas “A Alameda das Linhas de Torres”
Portaria do Hosp. Pulido Valente, às 14:30

30 de Janeiro
Geocaching Ambiental
Espaço Monsanto
10:00



31 de Janeiro
Desafios em Monsanto
Espaço Monsanto
14:30



GEOCACHING AMBIENTAL

Oportunidade inovadora de trabalhar a orientação moderna com recurso a GPS (Sistema de Posicionamento Global) em natureza e de explorar temáticas de geografia e de ambiente. Não dispondo de GPS próprio, estes serão emprestados pela Câmara Municipal de Lisboa.

Domingo, dia 31 Janeiro, às 14h30
INCRIÇÕES ABERTAS

Aconselha-se roupa e calçado confortável.
Requer inscrição prévia.
Contactos: Tel 218 170 200 :: Email desa@cm-lisboa.pt

DESAFIOS EM MONSANTO

Esta actividade é uma aposta em grande da Câmara Municipal de Lisboa! Um autêntico challenger dentro do Parque Florestal de Monsanto, são diversas provas num só dia e é excelente para team building, grupos grandes, aniversários e encontro de amigos; tem tudo para um dia bem passado no nosso Parque, com os nossos equipamentos e técnicos especializados. A actividade incluiu Circuito de Obstáculos, Geocaching, BTT (percurso difícil e fácil, à escolha) ou caminhada, para quem não tenha bicicleta e escalada.
Os participantes se optarem por trazer as próprias bicicletas, serão guiados em passeio pelos nossos técnicos até ao Parque da Pedra, local do início da actividade, quem não tiver bicicleta, seguirá do Espaço Monsanto com transporte da CML, até ao local da prova.
No Parque da Pedra, e consoante o tamanho do grupo, serão feitas diversas equipas, que terão objectivos diferentes, uns farão Geocaching, outros farão o Circuito de Obstáculos. Consoante a vontade do grupo poderá ser uma prova competitiva entre os participantes, estando estabelecidas as bases para o desenvolvimento do trabalho de equipa e espírito de grupo.
Após terminarem as actividades no Parque da Pedra, o grupo parte, de bicicleta (percurso difícil, ou percurso fácil), ou a pé, com ajuda de um Roadbook, em direcção ao Parque Aventura na Mata de São Domingos de Benfica. Aqui o grupo é convidado a merendar/almoçar e após isto realiza a actividade de escalada.
Realizada a escalada o grupo segue em passeio guiado de volta ao Espaço Monsanto.

Sábado, dia 30 de Janeiro, às 10h00
INCRIÇÕES ABERTAS

Material facultativo: Bicicleta, capacete e máquina fotográfica.
Aconselha-se roupa e calçado confortável, assim como almoço volante e água. Consoante a preparação do grupo, poderá optar por dificuldade baixa, ou difícil.

Requer inscrição prévia. Contactos: Tel 218 170 200 :: Email desa@cm-lisboa.pt
PERCURSO ÁRVORES CLASSIFICADAS

Diariamente convivemos com diferentes espécies de árvores, que de um modo geral, nos passam despercebidas. As árvores classificadas de interesse público constituem um património de elevadíssimo valor ecológico, paisagístico, cultural e histórico, e são em grande medida desconhecidas da população.
Mensalmente são realizados percursos guiados e específicos, organizados pela CML, aos fins-de-semana, onde o público se poderá inscrever previamente (ver agenda). Para mais informações:
Tel 218 170 200 :: Email desa@cm-lisboa.pt



Fonte:
http://opensoft.cm-lisboa.pt/phplist/Search/view.php?page_id=570&list_id=3&admin_id=3

8 a 12 de Janeiro, 2010: Programação - INSTITUTO FRANCO-PORTUGUÊS

dia 8 às 19h00, vamos conversar com Pedro Cabral Santo, artista plástico, comissário de exposições, produtor de projectos culturais. Prémio Chimimoyos de Nîmes. É a primeira conversa do projecto Téléthèque e a entrada é livre.
 
dia 8 às 19h00, é tempo de cinema no IFP. Propomos uma outra comédia, com o filme Le Tango des Rashevski de Sam Garbarsky. A entrada é livre e o filme é legendado em português.
 
Sábado dia 9 às 11h00 está de volta a Hora do Conto para crianças entre os 4 e os 9 anos. Entrada gratuita mas sujeita a inscrição prévia: 21 311 14 21.
 
Na próxima semana começamos com cinema, na segunda-feira dia 11 às 19h00. Propomos o filme Ma vie en l’air de Rémi Bezançon. Recordamos que o realizador esteve entre nós na 10ª Festa do Cinema Francês para apresentar “Le premier jour du reste de ta vie”, um filme que causou uma forte impressão no público que a ele assistiu. Entrada é livre. Filme legendado em português.
 
Dia 12 às 21h00 regressa o Café Philo. Vai-se falar de La bêtise / A estupidez. Um tema que promete. A palavra é sua. A animação, essa, está, como sempre, ao cuidado de Dominique Mortiaux, Jean-Yves Mercury e Nuno Nabais. Entrada livre"

Instituto Franco-Português
Avenida Luís Bívar, 91 - 1050-143 Lisboa | Tel : 21 311 14 00 | Fax : 21 311 14 68 | infos@ifp-lisboa.com

Transportes
Metro: Saldanha, São Sebastião
Autocarros: 16/21/44/49/83/718/726/745

Fonte:
http://www.ifp-lisboa.com/

9 de Janeiro, 2010: Concerto - CANTAR AS JANEIRAS PELAS TASCAS DA MOURARIA


Transportes
Metro: Martim Moniz
Autocarros: 34, 60, 708, 790
Eléctrico: 12, 28

Fonte:

7 de Janeiro, 2010: Ler no Chiado - AUTO-AJUDA/HETERO-AJUDA


Daniel Sampaio e Eduardo Sá debatem a importância dos livros de auto-ajuda na “Tertúlia Ler no Chiado” na Bertrand Chiado, 7 de Janeiro, 18h30

Transportes
Metro: Rossio, Baixa-Chiado
Autocarros: 1/36/40/44/60/91/709/711/714/732/745/758/759/790/792
Eléctrico: 12/15/28

7 de Janeiro, 2010: Laboratório - MIND-BODY-BRAIN

MIND-BODY-BRAIN | Lab Lisboa | Abraham Hurtado | 7 JAN :: 21h :: eira33

eira33 | Rua Camilo Castelo Branco, 33, 1º LX | entrada livre


"Mind-Body-Brain é um conjunto de Laboratórios que acontece nas cidades de Berlim, Barcelona, Lisboa, Telavive e Bruxelas.
O Laboratório de Lisboa tem lugar na eira33, sendo o terceiro a ocorrer.
A necessidade de fazer estes laboratórios em diferentes cidades deve-se a uma razão artística da pesquisa desenvolvida em relação ao conceito Mente-Corpo-Cérebro. O facto de trabalhar com este conceito permite-me abordar a intimidade e identidade dos criadores/performers convidados, com os seus diferentes backgrounds e realidades. O Laboratório tem como premissa o tempo, trabalhamos num intervalo temporal reduzido (5 dias) obtendo como resultado imediato uma micro-performance.
Nas minhas últimas criações tenho trabalhado em torno da memória, da perda, do corpo inerte e vazio, do espaço entre o vivo e morto, dos estados mentais, dos mundos virtuais, da desordem mental… Na sequência destes elementos quero centrar a investigação entre acções e consequências da relação Mente-Corpo-Cérebro.

veja o teaser aqui
http://www.youtube.com/watch?v=pPeBLpvkohI

Ideia e direcção: Abraham Hurtado
Criação e interpretação: João Costa, João Evangelista, António Pedro Lopes, Joaquim Revenga “Tatín” e Vítor Roriz
Música: Jochen Arbeit/ Jan Ferreira
Video: Abraham Hurtado
Dramaturgia: Thierry Decottignies
Direcção de Fotografía e Assistência de video: Anders Bigum"

Transportes
Metro: Marquês de Pombal
Autocarros: 12, 22, 36, 44, 53, 83, 720, 723, 727, 732, 738, 745, 746, 748