1, 8, 15 e 29 de Setembro, 2010: Milongas - TANGO NA RUA


01 de Setembro, quarta-feira das 21h30 às 24h -
Largo do Carmo
Metro: Linha Azul - Baixa-Chiado

08 de Setembro, quarta-feira das 21h30 às 24h -
Miradouro das Portas do Sol com música ao vivo com Anunamanta
Praça das Amoreiras, 10
Metro: Linha Amarela - Rato
Autocarros: 6, 9, 20, 22, 27, 38, 49, 58, 74

15 de Setembro, quarta-feira das 21h30 às 24h -
Espaço Bento Martins da Junta de Freguesia de Carnide
Junta de Freguesia de Carnide (em frente à Igreja da Luz)
Largo das Pimenteiras, 6 A,
1600-576 Lisboa
Metro: Linha Azul - Carnide e Colégio Militar
Autocarros: 3, 64, 726, 767, 768

29 de Setembro, quarta-feira, das 21h30- 24h -
Padrão dos Descobrimentos
Avenida da Indía, Belém
Autocarros: 727, 28, 729,7 51
Eléctricos: 15
Comboio: Estação de Belém

Fonte:
http://tangonarua.blogspot.com/2010/08/milongas-tnr-em-setembro.html
Imagem:
http://www.facebook.com/photo.php?pid=30958052&id=1393145034#!/photo.php?pid=30958088&id=1393145034&fbid=1383182704940

2 de Setembro, 2010: Prova de Vinhos - TERRA D'ALTER

das 18h às 22h

 logo
"O projecto Terras d’ Alter nasceu de uma parceria entre a Sociedade Agrícola das Antas e a Sociedade Agrícola do Monte Barrão, duas empresas com grande tradição agrícola na região de Portalegre. A estas juntou-se o enólogo australiano Peter Bright, um dos principais rostos da  renovação da  enologia portuguesa.

A Terras de Alter, Companhia de Vinhos, utiliza as uvas produzidas pelos seus sócios, na região de Alter do Chão e Fronteira, embora também se abasteça nas produções do Alto Alentejo, conforme as suas necessidades específicas.

A vinha Terras de Alter é estruturada segundo o conceito novo mundo e desenhada com o contributo da Universidade de Fresno na Califórnia. As vinhas são plantadas utilizando modernos sistemas de condução e irrigação, facilitando o seu tratamento e garantindo a sua qualidade.

Estes vinhedos estendem-se por uma extensa planície, ou por terrenos levemente ondulados, mas que permitem sempre a exposição a um sol intenso. Esta iluminação constante que trata e amadurece as uvas, tem um papel de grande importância no nível de qualidade das uvas. A conjugação das condições climatéricas e a tipologia do terreno onde as vinhas estão plantadas, conferem qualidades únicas que se reconhecem na cor, aroma e paladar, cada vez que se provam estes vinhos."

À prova vão estar os vinhos:

garrafas

Terra d’ Alter Branco Verdelho 2009
Terra d’ Alter Branco Arinto 2009
Terra d’ Alter Reserva Branco 2009
Terra d’ Alter Tinto Alicante Bouschet 2007
Terra d’ Alter Reserva Tinto 2007
Outeiro do Mouro Tinto 2007
 


Transportes
Metro: Santa Apolónia
Autocarros: 28/34/706/745/759/794/781/782

Fonte e imagens:
http://www.delidelux.pt/pt/default.html

até 5 de Setembro, 2010: Exposição - ... AND THEN AGAIN...

   
 

Pormenor de “Todas as Possibilidades-All Possibilities”(2010. Portugal)
Graça Pereira Coutinho
Vídeo, cor, som, 45’’ (loop)
Cortesia da artista, Lisboa

 
"...and then again… é uma exposição colectiva que reúne obras de 31 artistas portugueses e ingleses. Comissariada a por Ana Fonseca e Liz Collini e que desenvolve as temáticas relacionadas com o Printmaking.
Produzida pelo Museu da Cidade / C.M.L em conjunto com a Duplacena e a Vipulamati, a exposição conta com a parceria do Royal College of Arts, Centro Português de Serigrafia, British Council e EGEAC.                                                                Tomando como ponto de partida o universo da impressão (gravura, serigrafia, litografia entre outros) os trabalhos apresentados contemplam técnicas diversas e híbridas em que o processo da imagem múltipla se torna mais relevante que nunca no acelerado contexto da era digital.
Os suportes são os mais variados, desde a exploração das linguagens tradicionais sempre inseridas no contexto artístico contemporâneo até à performance. As temáticas como a duplicação, o espelhamento e a repetição são recorrentes neste vasto e heterogéneo conjunto de propostas. Muitas delas mantém um carácter de provisoriedade e inquietação reflectindo as suas abordagens experimentais.

Artistas Adam James, Adam Knight, Ana Fonseca, Andrea Jespersen, Ann-Marie LeQuesne, Barton Hargreaves, Bob Matthewes, Bronwen Sleigh, Carlos Noronha Feio e Martinha Maia, Cristina Ataíde, Dick Jewell, Edd Pearman, Francisco Sousa Lobo, George Charman, Graça Pereira Coutinho,Jane Ward, Jessie Brennan, Jo Stockham, José Carlos Teixeira, Liz Collini, Mark Hampson, Mónica de Miranda, Nuno Vicente, Orlando Franco, Paula Roush, Pedro Valdez Cardoso, Richard Healy, Rui Horta Pereira, Susanne Themlitz, Tom Smith.

Pavilhão Preto | Museu da Cidade
23 Junho a 5 Setembro
Entrada Livre 

Contacto :Museu da Cidade
Campo Grande. 245
Terça a Domingo | 10h às 13h – 14h às 18h
Telf: 217513200"


Transportes:
Metropolitano: Linha verde / estação Campo Grande 
Autocarros: 7, 36, 47, 78, 96, 106, 108, 701, 738, 745, 750, 767, 777

Fonte e imagem:
http://www.museudacidade.pt/Esposicoes/Temporarias/Paginas/AND-THEN-AGAIN.aspx

2 de Setembro a 6 de Outubro, 2010: Cinema King - UM ANO DE CINEMA[S]

MOON - O OUTRO LADO DA LUA, Ducan Jones
Quinta, 02 Setembro
(M/12)

OS SORRISOS DO DESTINO, Fernando Lopes
Sexta, 03 Setembro
(M/12)

TETRO, Francis Ford Coppola
Sábado, 04 Setembro
(M/12Q)

O MILAGRE EM SANT’ANNA, Spike Lee
Domingo, 05 Setembro *
(M/12)

A ESTRADA, John Hillcoat
Segunda, 06 Setembro
(M/16)

VENCER, Marco Bellocchio
Terça, 07 Setembro
(M/12)

BRIGHT STAR - ESTRELA CINTILANTE, Jane Campion
Quarta, 08 Setembro
(M/12Q)

O LAÇO BRANCO, Michael Haneke
Quinta, 09 Setembro *
(M/16)

INVICTUS, Clint Eastwood
Sexta, 10 Setembro
(M/12Q)

ANTICHRIST – ANTICRISTO, Lars Von Trier
Sábado, 11 Setembro
(M/18Q)

TUDO PODE DAR CERTO, Woody Allen
Domingo, 12 Setembro
(M/12Q)

HOMENS QUE MATAM CABRAS SÓ COM O OLHAR, Grant Heslov
Segunda, 13 Setembro
(M/12)

PRECIOUS, Lee Daniels
Terça, 14 Setembro
(M/16)

UM HOMEM SÉRIO, Ethan e Joel Cohen
Quarta, 15 Setembro
(M/16)

UM HOMEM SINGULAR, Tom Ford
Quinta, 16 Setembro
(M/16Q)

ERVAS DANINHAS, Alain Resnais
Sexta, 17 Setembro
(M/12Q)

TONY MANERO, Pablo Larrain
Sábado, 18 Setembro
(M/16)

PARNASSUS - O HOMEM QUE QUERIA ENGANAR O DIABO, Terry Gilliam
Domingo, 19 Setembro
(M/12)

UM LUGAR PARA VIVER, Sam Mendes
Segunda, 20 Setembro
(M/16Q)

GREEN ZONE: COMBATE PELA VERDADE, Paul Greengrass
Terça, 21 Setembro
(M/12)

SHUTTER ISLAND, Martin Scorsese
Quarta, 22 Setembro *
(M/16Q)

O TEMPO QUE RESTA, Elia Suleiman
Quinta, 23 Setembro
(M/12)

EU AMO-TE PHILLIP MORRIS, Glenn Ficarra e John Requa
Sexta, 24 Setembro
(M/16)

GREENBERG, Noah Baumbach
Sábado, 25 Setembro
(M/16)

UMA OUTRA EDUCAÇÃO, Lone Scherfig
Domingo, 26 Setembro
(M/12)

MOTHER - UMA FORÇA ÚNICA, Bong Joon-Ho
Segunda, 27 Setembro
(M/16Q)

UM PROFETA, Jacques Audiard
Terça, 28 Setembro *
(M/16)

24 CITY, Jia Zhang Ke
Quarta, 29 Setembro
(M/12)


CAPITALISMO: UMA HISTÓRIA DE AMOR, Michael Moore
Quinta, 30 Setembro
(M/12)

CINZAS E SANGUE, Fanny Ardant
Sexta, 01 Outubro
(M/12)

AQUÁRIO, Andrea Arnold
Sábado, 02 Outubro
(M/16)

RUÍNAS, Manuel Mozos
Domingo, 03 Outubro
(M/6)

ESTÔMAGO - UMA HISTÓRIA NADA INFANTIL SOBRE PODER, SEXO E GASTRONOMIA
Marcos Jorge
Segunda, 04 Outubro
(M/16)

WENDY & LUCY, Kelly Reichardt
Terça, 05 Outubro
(M/12)

EU SOU O AMOR, Luca Guadagnino
Quarta, 06 Outubro
(M/12)

preço único: 3,50 euros
sessões diárias às 14h, 16h30, 19h, 21h30
sexta, sábado e segunda às 00h00
excepto onde assinalado com * 14h, 17h45, 21h30

Cinema Medeia King
Av. Frei Miguel Contreiras, 52A
Telef: 218 480 808
www.medeiafilmes.pt

Transportes
Metro: Roma
Comboio: Areeiro
Autocarros: 7/35/40/56/708/722/727/767

Fonte:
http://medeiafilmes.com/download/UM_ANO_DE_CINEMA.pdf
Imagem:
http://insequential.wordpress.com/2010/07/14/nziff-%E2%80%9910-i-am-love-io-sono-l%E2%80%99amore/

29 e 30 de Agosto, 2010: Centro Mário Dionísio - CINEMA, OFICINA E LEITURAS

"No domingo, dia 29, haverá mais uma oficina. Carla Mota fará gravura no jardim da Casa da Achada, das 15:30h às 17:30h. Para toda a gente a partir dos 6 anos. Número máximo de participantes: 10.
Oficina Gravura no Jardim

Na segunda-feira, dia 30 de Agosto, como habitualmente, há a leitura de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio. Às 18:30h Filomena Marona Beja continua a leitura do capítulo ‹‹Para mais longe que os cavalos do Partenón›› sobre Gauguin.
Às 21:30hcinema ao ar livre frente à Casa da Achada. Projectamos Os verdes anos (1963) de Paulo Rocha, com a presença do realizador. Se as condições atmosféricas não permitirem a projecção ao ar livre, esta realiza-se na Casa da Achada. Ver aqui a restante programação do ciclo de cinema assim começaram 13 grandes realizadores.
30 Ago: Leitura A Paleta e o Mundo e Cinema Os Verdes Anos
Todas as actividades são de entrada livre.
___________________________________________________
Associação Casa da Achada - Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100-004 - Lisboa

Telf.: 21 8877090
Site: http://www.centromariodionisio.org/
E-mail: casadaachada@centromariodionisio.org"





Localização: http://www.centromariodionisio.org/localizacao.php

Transportes
Metro: Rossio, Martim Moniz, Baixa-Chiado
Autocarros: 7, 34, 36, 37, 709, 711, 714, 732, 740, 744, 745, 746, 759, 760, 790
Eléctricos: 12, 15, 28

até 12 de Setembro, 2010: Festival - LISBOA NA RUA 2010


"DE 12 AGOSTO A 12 SETEMBRO | DE QUINTA A DOMINGO |
LISBOA NA RUA | COM’OUT LISBON
PROGRAMAÇÃO DE VERÃO: MÚSICA, DANÇA, TEATRO E CINEMA AO AR LIVRE
PRAÇAS, JARDINS E MIRADOUROS DE LISBOA

Na sua segunda edição, o Lisboa na Rua/ Com’Out Lisbon realiza-se entre 12 de Agosto a 12 de Setembro. De quinta-feira a domingo, ao final da tarde e à noite, apresenta-se um programa ao ar livre de cinema, performance/ dança, música e teatro.
Este programa de Verão ocupa o espaço público lisboeta – praças, jardins e miradouros - intervindo na paisagem urbana e promovendo a interacção entre o público e o espaço. Lisboa na Rua/ Com’Out Lisbon é um convite à fruição da cidade e da cultura ao ar livre: qualquer sítio de Lisboa pode ser um espaço de cultura. 

Lisboa na Rua/ Com’Out Lisbon apresenta distintas propostas programáticas:
A Arte da Big Band (música): 5 Orquestras de Jazz em Portugal;
Out Jazz (música): Sessões de DJing nos espaços verdes mais emblemáticos da cidade;
Solos Com Convicção (dança/ performance): Num projecto inserido na programação das Comemorações do Centenário da República, e programado por Madalena Vitorino, cinco bailarinas prestam homenagem às mulheres da República;
Fitas na Rua (cinema): ciclos de projecção que relacionam o espaço onde decorrem à natureza dos filmes exibidos;
Clássicos na Rua (música - clássica): Grupos de Metais da Metropolitana, com repertório de diferentes épocas de composição;
VIII Festival Internacional de Máscaras e Comediantes (teatro): nesta oitava edição, cinco encenações de companhias europeias marcam presença no Castelo de São Jorge.
Uma iniciativa promovida pela EGEAC."


Mapa e Programação (aqui).
Fonte e imagem:
http://www.egeac.pt/DesktopDefault.aspx

23 e 24 de Agosto, 2010: Centro Mário Dionísio - CINEMA, OFICINA E LEITURAS

No" domingo, dia 22, há uma nova oficina. Eupremio Scarpa vai, em conjunto com quem aparecer, fazer o que presta a partir do que não presta. A oficina é das 15:30h às 17:30h para todas as pessoas a partir dos 6 anos. A entrada é livre.
.
Oficina 22 AGO
.
Na segunda-feira, dia 23, continuamos a leitura de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio à tarde, e há cinema ao ar livre à noite.
.
Filomena Marona Beja continuará a leitura do capítulo «Para mais longe que os cavalos do Partenón», sobre Gauguin, às 18:30h.
Às 21:30h, iremos projectar o filme Accatone de Pier Paolo Pasolini (1961, 120min.). Quem apresenta é Eupremio Scarpa e a entrada é livre.
.
CARTAZ SEGUNDA 23 AGO
___________________________________________________________________________
Associação Casa da Achada - Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100-004 - Lisboa

Telf. 218877090
Site: http://www.centromariodionisio.org/
E-mail: casadaachada@centromariodionisio.org"



Localização: http://www.centromariodionisio.org/localizacao.php

Transportes
Metro: Rossio, Martim Moniz, Baixa-Chiado
Autocarros: 7, 34, 36, 37, 709, 711, 714, 732, 740, 744, 745, 746, 759, 760, 790
Eléctricos: 12, 15, 28

19 a 22 de Agosto, 2010: Festival - CCB FORA DE SÍ

 








© copyright, CCB, 2007

Transportes
Autocarros: 28/714/727/729/732/751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém

Fonte e imagem:
http://www.ccb.pt/sites/ccb/pt-PT/Agenda/Pages/Agenda352010.aspx

19 de Agosto, 2010: O QUINTA DE CONTÁ ESTÓRIA

"Num registo intimista pretendemos recriar o ambiente tradicionalmente africano que se proporcionava à noite, no quintal, quando o mais-velho da família se propunha a contar estórias. 19 de Agosto / 22h
Clube Ferroviário - Sta Apolónia

com Ângelo Torres
e José Galissá

.......................
“Sabe netinho, todo o propósito da estória só é encher a alma com coisas do mundo, com a natureza, com as obscuriosidades da fantasia…”
É precisamente para adivinhar a inexplicável magia do fantasioso que era sorver a moral contada em estória, que propomos juntar vários eus e tus num só nós.
No Quintal de Contá Estória a anciã emprestará os sentidos ao contador Ângelo Torres e os assobios dos ôssobos conquistarão as mãos do cantor e mestre de kora José Galissá.
Vamos viajar.
Vamos sentir uma amostra da jovem paternidade dos nossos pais e das recordações meninas dos nossos filhos adultos – os netos vão contar e musicar as suas recordações da meninice dos avós, e assim acontecerão os cruzamentos ou todos viajaremos pelo tempo.
“…a idade é que nem a onda: leva nossas memórias para longe e põe nelas o horizonte.”"

Clube Ferroviário
Rua de Santa Apolónia, 59 (mapa)

Transportes
Comboio/Metro: Santa Apolónia
Autocarros: 12, 28, 34, 35, 706, 745, 759, 781, 782, 794

Fonte e imagem:
http://aka-movement.com/index.php?/events/o-quintal-de-conta-estoria/

18, 25 e 28 de Agosto, 2010: Milonga - TANGO NA RUA

18 de Agosto de 2010
MILONGA NO MIRADOURO PORTAS DO SOL [117]
21:30 às 24:00

Miradouro Portas do Sol
Lisboa - mapa >

Com a presença de ANUNAMANTA!

25 de agosto de 2010
MILONGA NO LARGO DO CARMO [118]
21:30 às 24:00

Largo do Carmo
Lisboa - mapa + transportes >

--
28 de Agosto de 2010
MILONGA NO RESERVATÓRIO DA MÃE D'ÁGUA [119]
18:00 às 22:00

Praça das Amoreiras, 10
Lisboa - mapa + transportes >
Fonte:

13 a 16 de Agosto, 2010: Centro Mário Dionísio - CINEMA, OFICINAS E LEITURAS

"Durante quatro dias a Casa da Achada terá várias actividades para toda a gente.
Na sexta-feira, dia 13, a partir das 18h, haverá duas sessões em torno de duas obras de Mário Dionísio: Saguenail falará de Le feu qui dort, livro de poemas em francês; e Regina Guimarães falará do último livro de poesia do autor, Terceira Idade.
MD escritor 4
.
No sábado, dia 14, a partir das 15h, acontece a apresentação com debate do 11º e último capítulo da introdução de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio, «Olhar e Ver», um resumo do que foi sendo dito nos capítulos anteriores, com António Pedro Pita, autor entre muitas obras de Conflito e Unidade no Neo-Realismo Português, coordenador da colecção «A Paleta e o Mundo» da Editora Ariadne, um dos fundadores da Casa da Achada – Centro Mário Dionísio.
CICLO PALETA APP-cartaz
.
Já no domingo, 15 de Agosto, entre as 15:30h e as 17:30h, realiza-se a Oficina de Tecidos com Irene van Es. A partir de tecidos com quadros de Mário Dionísio quem quiser poderá vir aprender a fabricar pequenos objectos.
Oficina tecidos
.
Na segunda-feira, dia 16 de Agosto, às 18:30h, continua a leitura da 2ª parte de A Paleta e o Mundo, sobre a história da arte. Quem lê este capítulo, «Para mais longe que os cavalos do Partenon», sobre Gauguin, é Filomena Marona Beja.
No mesmo dia, às 21:30h, projectamos ao ar livre o filme Os 400 Golpes, a primeira longa-metragem de François Truffaut (1959, 99min.). Quem apresenta é Saguenail.
SEG 16 AGOSTO
__________________________________________________________________________________
Associação Casa da Achada - Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100-004 - Lisboa

Telf. 218877090
Site: http://centromariodionisio.org/
E-mail: casadaachada@centromariodionisio.org"


 Transportes
Metro: Rossio, Martim Moniz, Baixa-Chiado
Autocarros: 7, 34, 36, 37, 709, 711, 714, 732, 740, 744, 745, 746, 759, 760, 790
Eléctricos: 12, 15, 28

14 de Agosto a 12 de Setembro, 2010: Ciclo de Cinema - FITAS NA RUA

"FITAS NA RUA - CINEMA NUMA RUA PERTO DE SI
Fitas na Rua regressa a Lisboa nas noites de Verão. Este ano em jeito de tributo ao cinema e desafi ando o público a percorrer e ver outras perspectivas da cidade. Venha aos Bombeiros, ao Panteão ou a jardins onde reina o silêncio. Venha decifrar enredos, ouvir guitarra portuguesa, mergulhar no Atlântico, ver gente que afinal é pássaro. Sente-se ao lado de um pavão, em terraços sobre o Tejo, em montes agudos. Venha ver o D. Sebastião, o desejado e outros cowboys. Caminhe por estradas misteriosas, mundos de fantasia, palácios com livros. Histórias de amor e actos de liberdade. Histórias mágicas do passado, visões do futuro que é hoje. Venha saber porque somos todos ilustres. Entre num mundo de sonho, entre no mundo da realidade, mude de personagem, venha ver clássicos, obras-primas. Venha ver Lisboa que é uma cidade-cinema… e traga um agasalho.
O desafio é descobrir salas de cinema inesperadas. Use a bússola, o mapa, o GPS, vá perguntando pelas ruas. Não há desculpa… estamos em terra de descobridores.

Com o apoio de: Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema, Centro Sperimentale di Cinematografi a – Cineteca Nazionale Itália, Escola Prática de Infantaria de Mafra, Teatro Nacional D. Maria II, Panteão Nacional/IGESPAR, Bombeiros Sapadores de Lisboa, SOS Racismo, Juntas de Freguesia, Grupo Comunitário das Galinheiras, Agência da Curta Metragem, Olho de Boi, 8 1/2 Festa do Cinema Italiano Coordenação: Sérgio Marques
Equipa técnica: Cândido Lopes, Cinemas Sandim
Acolhimento: Chandra Marco, Cármen Gomes
Playlists (música ambiente): José Reis
Agradecimentos: Ada Pereira da Silva, Alberto Magno, Ana Cristina Vicente, Ana Cruz, Ana Isabel Strindberg, Ana Pereira, Ana Rita Alves, António Costa, Eduardo Duarte, Elisa Santos, Joana Gusmão, Jorge Matos, José Filipe Costa, José Matos Cruz, Liz Vahia, Luís Baldaia, Luísa Baptista, Major Campeão, Margarida Bacelar, Mariana Pimentel, Paula Bacelar, Paula Gomes, Pedro Gomes, Pedro Soares, Regina Guimarães, Ricardo Lopes, Rita Maia, Saguenail, Salette Ramalho, Sara Moreira, Sérgio Brás D’Almeida, Simona Accattatis, Stefano Savio, Tiago Henriques

14 AGOSTO / SÁBADO / 22H00
BOMBEIROS SAPADORES DA GRAÇA
A PISCINA
IANA E JOÃO VIANA
2004, FIC, 16’, M/12
FAHRENHEIT 451
FRANÇOIS TRUFFAUT
REINO UNIDO, 1966, FICÇÃO, 112’, M/12
COM: OSKAR WERNER, JULIE CHRISTIE, CYRIL CUSACK, ANTON DIFFRING, JEREMY SPENSER, BEE DUFFEL
COM APOIO DA CINEMATECA PORTUGUESA – MUSEU DO CINEMA

Baseado na obra de ficção científica de Ray Bradbury, este filme retrata um futuro sem livros. Um disciplinado bombeiro encarregado de queimar os livros proibidos conhece uma mulher revolucionária que se atreve a ler, que contrasta com a sua esposa, conformada e hedonista.
O bombeiro de repente vê-se transformado num fugitivo, obrigado a escolher entre duas mulheres, ou
melhor, entre dois caminhos, um seguro e o da liberdade intelectual.

15 AGOSTO / DOMINGO / 22H00
JARDIM DO PALÁCIO DAS GALVEIAS
PÁSSAROS
FILIPE ABRANCHES
2009, ANI, 7’, M/12
O LIVRO DE CABECEIRA
PETER GREENAWAY
[PILLOW BOOK]
REINO UNIDO, 1995, FICÇÃO, 126’, M/16
COM: VIVIAN WU, EWAN MCGREGOR , YOSHI OIDA, KEN OGATA, SIDEKO YOSHIDA

Nagiko Kiohara teve uma juventude marcada por um curioso ritual: o seu pai, escritor calígrafo, em cada
aniversário da filha marcava-lhe no rosto os votos da ocasião e a sua tia lia-lhe extractos de “The Pillow Book” de Sei Shonagon, aristocrata do século X.

21 AGOSTO / SÁBADO / 22H00
MIRADOURO MONTE AGUDO
o68
LIA
2008, EXP, 6’, M/6
MULHOLLAND DRIVE
DAVID LYNCH
EUA, 2001, FICÇÃO, 147’, M/16
COM: NAOMI WATTS, LAURA HARING, JUSTIN THEROUX, ANN MILLER

10 pistas para “abrir” este thriller.
1. Tome particular atenção ao início do filme: pelo menos duas pistas são reveladas antes do genérico
2. Observe os momentos em que surge o candeeiro vermelho
3. Consegue ouvir o título do fi lme para o qual Adam Kesher faz audições de actrizes? É mencionado de novo?
| 4. Um acidente é um acontecimento terrível…repare no local em que acontece
| 5. Quem dá a chave e porquê? 
6. Repare no roupão, no cinzeiro, na caneca de café
| 7. O que se sente, o que se entende e se descobre no Club Silêncio? | 
8. Foi apenas o talento que ajudou Camilla?
| 9. Tome atenção aos acontecimentos à volta do homem por detrás do Winkie’s
| 10. Onde está a tia Ruth?

22 AGOSTO / DOMINGO / 22H00
PANTEÃO NACIONAL
SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN
JOÃO CÉSAR MONTEIRO
1969, DOC, 18’, M/12
MOVIMENTOS PERPÉTUOS:
TRIBUTO A CARLOS PAREDES
EDGAR PÊRA
PORTUGAL, 2006, DOC, 68’, M/12

Documentário em 17 movimentos, em que os testemunhos e a guitarra definem o génio, a bravura e a modéstia de Carlos Paredes, Movimentos Perpétuos – estabelece um diálogo entre uma guitarra e uma câmara de Super8, numa estética que evoca a memória dos velhos fi lmes de família, plena de intimidade, revelada na partilha de pequenas histórias da vida. O concerto de Carlos Paredes no Auditório Carlos Alberto, no Porto, em 1984, é o ponto de partida para o desenrolar de histórias de prisão, resistência, sucessos e amadorismo, relatos marcados pela simplicidade e pela paixão.

28 AGOSTO / SÁBADO / 22H00
JARDIM PAIVA COUCEIRO
TONY
BRUNO LOURENÇO
2009, FIC, 25’, M/12
BUENA VISTA SOCIAL CLUB
WIM WENDERS
ALEMANHA, 1999, DOC, 105’, M/12
COM: COMPAY SEGUNDO, ELIADES OCHOA, RY COODER, JOACHIM COODER, IBRAHIM FERRER, OMARA PORTUONDO

“Super-Abuelos” – o que signifi ca “Super-Avós” é o que chamam a estes velhos músicos cubanos, que estavam esquecidos até gravarem o disco Buena Vista Social Club. O realizador observou os músicos em estúdio e seguiu-os em Havana. A rodagem prosseguiu em Amesterdão, onde deram dois concertos, e em Nova Iorque, com um concerto único no Carnegie Hall.

29 AGOSTO / DOMINGO / 22H00
JARDIM DO TOREL
RAPACE
JOÃO NICOLAU
2006, FIC, 25’, M/12
BELA DE DIA
LUÍS BUÑUEL
[BELLE DE JOUR]
FRANÇA, 1968, FIC, 101’, M/16
COM: CATHERINE DENEUVE,JEAN SOREL, MICHEL PICCOLI, GENEVIENE PAGE, FRANCISCO RABAL, PIERRE CLEMENTI, FRANÇOISE FABIAN

Séverine, é feliz e casada com Pierre um cirurgião de sucesso. A sua extrema beleza, esconde no entanto estranhas obsessões. Ao saber, por um amigo de seu marido, a morada de uma casa de passe, começa aí a «trabalhar» para suplantar a sua frigidez...

3 SETEMBRO / SEXTA / 22H00
JARDIM AMÁLIA RODRIGUES /
PARQUE EDUARDO VII
SESSÃO EXTRA
FADO – HISTÓRIA
DE UMA CANTADEIRA
PERDIGÃO QUEIROGA
110 MIN, P&B, M/6
ARGUMENTO: ARMANDO VIEIRA PINTO
PRODUÇÃO: LISBOA FILME
COM: AMÁLIA RODRIGUES, VIRGILIO TEIXEIRA, ANTÓNIO SILVA, VASCO SANTANA, TONY D’ALGY, RAUL DE CARVALHO, EUGÉNIO SALVADOR, JOSÉ VITOR, MARIA EMÍLIA VILAS, ARMANDO FERREIRA, AIDA QUEIROGA

Fado – História de uma Cantadeira, conta o percurso de uma fadista da classe operária e cujo namorado é guitarrista. Ela torna-se famosa, rica e sai do seu bairro. O enredo sentimental, a excelente montagem e os fados cantados por Amália fizeram deste filme um dos maiores sucessos de bilheteira de todos os tempos.

4 SETEMBRO / SÁBADO / 22H00
PRAÇA EDUARDO MONDLANE
(BAIRRO DO CONDADO)
FUERA DE CUADRO
MÁRCIO LARANJEIRA
2010, DOC, 9’, M/12
GATO PRETO, GATO BRANCO
EMIR KUSTURICA
FRANÇA/JUGOSLÁVIA, 1998, FIC, 127’, M/12
COM: BAJRAM SEVERDZAM, FLORIJAN AJDINI,
SALIJA IBRAIMOVA, BRANKA KATIC, SRDJAN
TODOROVIC, ZABIT MEMEDOV, SABRI SULEJMANI

Era uma vez uma comunidade de exuberantes ciganos, dois avós que julgávamos mortos, dois jovens apaixonados, uma senhora que queria vender a filha, um rapaz gorducho, um comboio roubado e desaparecido, um burro, um porco, dois gatos e uma fanfarra suspensa na árvore. Misture, sacuda como quiser, de qualquer maneira. Quanto mais loucos formos, tanto melhor será o final...

5 SETEMBRO / DOMINGO / 22H00
JARDIM AMÁLIA RODRIGUES
RETRATOS
LUÍSA HOMEM
2007, DOC, 29’, M/12
NON OU A VÃ GLÓRIA DE MANDAR
MANOEL DE OLIVEIRA
PORTUGAL, 1990, FIC, 110’, M/12
COM: LUÍS MIGUEL CINTRA, DIOGO DÓRIA, MIGUEL GUILHERME, LUÍS LUCAS, CARLOS GOMES

“Non” é uma notável e muito pessoal reflexão de Manoel de Oliveira sobre a identidade e o destino português. Primeiro filme que aborda a memória da guerra colonial, evocando diversos pontos de viragem da nossa história, e também a reflexão sobre o destino de um país, cujos homens quiseram sempre ir mais além, e que depois de 1974 se vê reconduzido às suas fronteiras originais.

11 SETEMBRO / SÁBADO / 22H00
BAIRRO DA TORRINHA / AMEIXOEIRA
HISTÓRIA TRÁGICA COM FINAL FELIZ
REGINA PESSOA
2005, ANI, 7’, M/6
TEMPOS MODERNOS
CHARLES CHAPLIN
[MODERN TIMES]
EUA, 1936, FIC, 87’, M/6
COM: CHARLES CHAPLIN, PAULETTE GODDARD, HENRY BERGMAN, STANLEY J. SANDFORD, CHESTER CONKLIN

Realizado em 1936, é a luta entre as máquinas e o homem, na busca do seu caminho para a felicidade. Charlot procura ganhar a vida trabalhando numa linha de montagem numa fábrica gigantesca. Mas está sempre a arranjar confusão e vai vivendo uma série de peripécias que o conduzem ao hospital e várias vezes
à prisão. No entanto, essas peripécias conduzem-no também a uma jovem rapariga, cujo pai foi morto numa greve, e por quem ele se apaixona. Charlot e a rapariga juntam-se para enfrentar juntos as dificuldades da vida.

12 SETEMBRO / DOMINGO / 22H00
VALE DO SILÊNCIO
VACAS
ISABEL ABOIM INGLEZ
2010, ANI, 7’, M/6
O BOM, O MAU E O VILÃO
SERGIO LEONE
[IL BUONO, IL BRUTTO,
IL CATTIVO]
ITÁLIA/EUA, 1966, FIC, 172’, M/12
COM: CLINT EASTWOOD, ELI WALLACH, LEE VAN CLEEF, ALDO GIUFRE, MARIO BREGA
EM COLABORAÇÃO COM A FONDAZIONE CENTRO SPERIMENTALE DI CINEMATOGRAFIA – CINETECA NAZIONALE.
EDIÇÃO RETSAURADA EM 2000

A grande obra-prima do western “spaghetti”, com música de Ennio Morricone. Conta a história de três pistoleiros que procuram uma fortuna em ouro roubado. O espírito de equipa não está muito presente nestes fora da lei de convicções fortes, e depressa descobrem que o seu maior desafi o vai ser manter-se atentos – e fi carem vivos – num país devastado pela guerra."

Fonte:
Imagem:

12 de Agosto a 12 de Setembro, 2010: LISBOA NA RUA 2010


"DE 12 AGOSTO A 12 SETEMBRO | DE QUINTA A DOMINGO |
LISBOA NA RUA | COM’OUT LISBON
PROGRAMAÇÃO DE VERÃO: MÚSICA, DANÇA, TEATRO E CINEMA AO AR LIVRE
PRAÇAS, JARDINS E MIRADOUROS DE LISBOA

Na sua segunda edição, o Lisboa na Rua/ Com’Out Lisbon realiza-se entre 12 de Agosto a 12 de Setembro. De quinta-feira a domingo, ao final da tarde e à noite, apresenta-se um programa ao ar livre de cinema, performance/ dança, música e teatro.
Este programa de Verão ocupa o espaço público lisboeta – praças, jardins e miradouros - intervindo na paisagem urbana e promovendo a interacção entre o público e o espaço. Lisboa na Rua/ Com’Out Lisbon é um convite à fruição da cidade e da cultura ao ar livre: qualquer sítio de Lisboa pode ser um espaço de cultura. 

Lisboa na Rua/ Com’Out Lisbon apresenta distintas propostas programáticas:
A Arte da Big Band (música): 5 Orquestras de Jazz em Portugal;
Out Jazz (música): Sessões de DJing nos espaços verdes mais emblemáticos da cidade;
Solos Com Convicção (dança/ performance): Num projecto inserido na programação das Comemorações do Centenário da República, e programado por Madalena Vitorino, cinco bailarinas prestam homenagem às mulheres da República;
Fitas na Rua (cinema): ciclos de projecção que relacionam o espaço onde decorrem à natureza dos filmes exibidos;
Clássicos na Rua (música - clássica): Grupos de Metais da Metropolitana, com repertório de diferentes épocas de composição;
VIII Festival Internacional de Máscaras e Comediantes (teatro): nesta oitava edição, cinco encenações de companhias europeias marcam presença no Castelo de São Jorge.
Uma iniciativa promovida pela EGEAC."


Mapa e Programação (aqui).
Fonte e imagem:
http://www.egeac.pt/DesktopDefault.aspx

12 de Agosto, 2010: Noite dos Museus - CONCERTO JP SIMÕES

"Nascido em Coimbra, em 1970, ‘JêPê’ passou parte da infância e adolescência no Brasil, diáspora que o formou autoralmente numa dieta de João Gilberto, Caetano Veloso e Chico Buarque. Em meados da década de 90 ingressa nos Pop dell’Arte, ajudando a concretizar o disco ‘Sex Symbol’ com o seu trabalho de guitarra. Volta a Coimbra pouco depois para congeminar a banda que mudaria o cenário pop rock nacional dos finais de 90, os extin...tos Belle Chase Hotel. Ao longo de dois álbuns, e cerca de 7 anos de estrada, excitam mentes pensantes nas multidões anónimas de Queimas e Festivais de Verão, deixando-as viciadas para de então para a frente segui-lo com atenção e carinho no seu percurso individual de maturação criativa e emocional de um artista total. Seguiu-se a aventura do Quinteto Tati, com um ‘Exílio’ celebrado pela crítica pela sua amplitude de ritmos e latitudes de salão e, finalmente, a carreira a solo, com início discográfico em ‘1970’, de 2007, que chega a atingir o 12º lugar do top de 30 discos mais vendidos de Portugal e o imprime definitivamente no consciente colectivo da Nação como um escritor e intérprete de canções incontornável.
Actualmente encontra-se a ultimar a produção do novo disco ‘Onde mora o mundo?’, com data prevista de edição para Outubro, esperando-se tomar contacto com as novas canções e o que sobre nós dirão, no Jardim de Esculturas do Museu do Chiado.

Myspace http://www.myspace.com/fabulabebada
Vídeo ao vivo na Livraria Trama http://www.youtube.com/watch?v=L36ZpH1LLYQ
Vídeo perfil para o Expresso sobre a apresentação de ‘Boato’ no S Luiz http://www.youtube.com/watch?v=zUEFCUo-B2U
Entrevista ao jornal i http://www.ionline.pt/conteudo/11327-jp-simoes-sou-tao-mau-como-antes-mas-com-mais-visibilidade

Local: Museu do Chiado - Jardim de Esculturas

Rua Serpa Pinto, nº 4
Horário: 19h30
Entrada: GRATUITA"


Transportes
Metro: Baixa-Chiado
Autocarros: 92/758/790
Eléctrico: 28

Fonte:
http://www.facebook.com/?ref=home#!/event.php?eid=104502582941027&index=1
Imagem:
http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://1.bp.blogspot.com/_BYDWeyGDKqQ/Rg1x805WbuI/AAAAAAAABdk/mEuZcsPKWhI/s320/JP%2BSim%C3%B5es.jpg&imgrefurl=http://portugalrebelde.blogspot.com/2007_03_01_archive.html&usg=__YikQnEqSaxXhIDrT3LX0Of9blyU=&h=265&w=290&sz=4&hl=pt-PT&start=0&tbnid=FoWeUTt4FEym4M:&tbnh=149&tbnw=157&prev=/images%3Fq%3Djp%2Bsim%25C3%25B5es%26um%3D1%26hl%3Dpt-PT%26client%3Dfirefox-a%26sa%3DN%26rls%3Dorg.mozilla:en-GB:official%26biw%3D1280%26bih%3D580%26tbs%3Disch:1&um=1&itbs=1&iact=rc&dur=454&ei=2VRhTKnYA8WOjAfT0Z2EAw&oei=xlRhTJykDMSA4QbW4_nrCQ&esq=3&page=1&ndsp=20&ved=1t:429,r:11,s:0&tx=73&ty=25

12 de Agosto, 2010: NOITE DOS MUSEUS - 2010

"Os museus de Lisboa vão estar abertos fora de horas nas próximas quintas-feiras, dias 5 e 12 de Agosto. Excepcionalmente, mais de 20 espaços – entre museus e monumentos – estarão abertos entre as 18.00 e as 00.00. Sempre com entrada livre. Catarina Mendonça Ferreira escolheu os 10 com melhores programas.

Museu da Electricidade
A antiga central termoeléctrica está a propor aos visitantes um verdadeiro cinco em um. Além de poder ver-se o espectacular edifício que albergao museu à noite, há quatro exposições para conhecer. Recomendamos uma, em especial: “O Motor da República – Os Carros dos Presidentes” mostra 15 viaturas que transportaram os vários Presidentes da República Portuguesa ao longo da História. Dos hipomóveis aos Cadillac e Rolls Royce, estão lá todos estacionados. Av. de Brasília, Central Tejo – Belém.


Museu Berardo
A entrada livre no museu não é a novidade, visto que isso é o “pão nosso de cada dia”. Mas nestes dias em que o museu está aberto até mais tarde há uma visita guiada e gratuita à exposição. Chama-se “Tudo o que é sólido dissolve-se no ar: O social na colecção Berardo”, e começa às 22.00. Além disso, há mais para ver em horário nocturno, como a recém-inaugurada exposição “Warhol TV”, que revela a faceta do artista menos conhecida, a realização de filmes, ou ainda, a exposição dos Gémeos brasileiros do grafitti. Pç. do Império, C. C. de Belém 


Museu de Arte Popular
Estar aberto estas noites é mesmo a grande novidade deste museu, que está fechado, dia e noite, desde 2003. Recentemente salvo de uma substituição por um Museu da Língua Portuguesa, o Museu de Arte Popular vai voltar a abrir portas ainda este ano. Enquanto isso não acontece, estas duas noites são uma óptima oportunidade para conhecer o edifício. Av. de Brasília, 14 (Belém)


Cordoaria Nacional
Até Outubro, a Cordoaria Nacional comemora a implantação da República com “Viva a República”, uma exposição que faz a leitura de um dos ciclos políticos mais marcantes da história de Portugal. É possível entrar num comício republicano, revisitar o Rossio de há 100 anos ou reviver, através de um simulador, a travessia do Atlântico feita por Gago Coutinho e Sacadura Cabral. Aproveite para fazer uma pausa no café que existe a meio da mostra, e espreite a loja da Vida Portuguesa. Está tudo aberto até à meia-noite. Av. da Índia.


Museu de Arte Antiga
Noites neste museu não são novidade. O jardim tem sido palco de algumas bem animadas. E neste dia também não será excepção, desde logo porque o restaurante está aberto até às 00.00. O programa cultural inclui visitas guiadas à exposição “A Invenção da Glória. D. Afonso V e as Tapeçarias de Pastrana”, às 19.00 e às 21.00, para conhecer peças únicas que relatam as conquistas de Arzila e Tânger. R. das Janelas Verdes


Museu do Oriente
Os festejos são em torno do centenário da República com uma oficina que dá a conhecer Manuel Teixeira Gomes, o homem, o político e o coleccionador. Nesta recriação, os participantes têm a oportunidade de recuar no tempo até uma noite fria de Inverno, 21 de Dezembro de 1925. A actividade é gratuita, mas sujeita a marcação. Quem ainda não conhece o museu, tem aqui uma óptima oportunidade. Quem já conhece, pode espreitar “Sangam”, a nova exposição de fotografia que está no lounge, feita na Índia por Carlos Cardoso. Av. de Brasília, Doca Alcântara


Museu do Design e da Moda
Quem tem estado atento às novidades sabe que a exposição dedicada às scooters da colecção de João Seixas é o mais recente atractivo do MUDE. Nas noites dos museus, os visitantes podem ver a evolução destas motorizadas de 1945 a 1970 no piso 1, assistir à peça de teatro Venenos Indispensáveis, segundo Jaime Salazar Sampaio, do Grupo de Teatro da Universidade Técnica de Lisboa, às 21.30 e, uma hora mais tarde fazer a visita guiada pela exposição “Ante-Estreia”, ao ritmo de cada época por Marisa Teixeira.R. Augusta, 24 (Baixa).


Museu do Chiado
Durante os meses de Verão, as quintas-feiras no Museu de Arte Contemporânea têm um sabor diferente, ou melhor, um som diferente. Nestas duas quintas, além dos habituais concertos no Jardim das Esculturas, também o museu vai estar aberto até à meia-noite. No dia 5 de Agosto, a partir das 19.30, Cian Nugent, músico irlandês promissor, é o responsável pela animação musical. Mas o verdadeiro concerto fica reservado para a próxima semana. No dia 12 de Agosto, a noite é de JP Simões. R. Serpa Pinto, 4 (Chiado)


Paços do Concelho
É onde são tomadas as decisões que orientam o destino da cidade, mas o que muita gente não sabe é que os Paços do Concelho é, também, um dos edifícios mais bonitos de Lisboa.Salas preciosamente ornamentadas, peças escultóricas e mobiliário dos séculos XIX e XX e o maior e mais rico Salão Nobre do país podem, nesta noite, ser conhecidos em visitas guiadas que vão acontecer entre as 19.00 e as 20.00 e as 22.00 e 23.00. Se não conseguir nesta noite, saiba que ainda pode vir conhecer este edifício aos domingos, às 11.00.Pç. do Munícipio (Baixa).


Museu do Fado
Na noite em que os museus abrem as portas até mais tarde, o Museu do Fado abre com aquilo que tem sido o seu maior sucesso. As visitas cantadas são uma forma de conhecer o museu através da voz de um fadista. Durante a visita, o guia relaciona algumas peças com fados conhecidos. Esta semana, a visita cantada é feita com a fadista Ana Sofia Varela, às 19.30, seguida de uma actuação dos alunos da Escola do Museu, às 20.30. Na semana a seguir, a visita será cantada por Nuno de Aguiar. Lg. do Chafariz de Dentro, 1. (Alfama)"


Fonte:
http://www.timeout.pt/news.asp?id_news=5797&
Imagem:
Museu de Arte Popular. Imagem © IMC / MC
http://aervilhacorderosa.com/2009/05/pelo-museu-de-arte-popular-assinar-assinar/

7 a 9 de Agosto, 2010: Centro Mário Dionísio - CINEMA, OFICINAS E LEITURAS

"Este fim de semana a Casa da Achada terá várias actividades. No domingo, entre as 15:30h e as 17:30h, Pedro e Diana vão fazer as pessoas afinar e desafinar. A oficina é para qualquer pessoa a partir dos 6 anos e é de entrada livre. É só aparecer.
.
Oficina DD-PR
.
Na segunda-feira, às 18:30h, Joaquim Beja continua a leitura do capítulo «Um pássaro preso na Primavera» de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio, com projecção das imagens. Este capítulo é sobre van Gogh.
No mesmo dia à noite, às 21:30h, projectamos ao ar livre, na Rua da Achada, Pather Panchali, o primeiro filme de Satyajit Ray (1955, 122 min.).
.
SEG 9 AGOSTO
No domingo a Chili Com Carne organiza a 5ª sessão do Pequeno é bom - encontros sobre edição independente. O tema desta sessão é «Cinema de Animação DIY» e terá várias projecções. Das 16h às 19h.
cartaz_pequenoebomWEB
__________________________________________________________
Associação Casa da Achada - Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, r/c
1100-004 begin_of_the_skype_highlighting              1100-004      end_of_the_skype_highlighting - Lisboa
Telf.: 218877090 begin_of_the_skype_highlighting              218877090      end_of_the_skype_highlighting
Site: http://www.centromariodionisio.org/
E-mail: casadaachada@centromariodionisio.org
Localização: http://www.centromariodionisio.org/localizacao.php"

Transportes
Metro: Rossio, Martim Moniz, Baixa-Chiado
Autocarros: 7, 34, 36, 37, 709, 711, 714, 732, 740, 744, 745, 746, 759, 760, 790
Eléctricos: 12, 15, 28

5 a 28 de Agosto, 2010: Milongas - TANGO NA RUA

Quinta-feira, 5 de Agosto de 2010
Noutras ruas... outras milongas!
MILONGA DOS OCEANOS

21:30 à 01:00

Evento integrado no Festival dos Oceanos
com o apoio da EPAL/Museu da Água

Organização: Victor Ribeiro
Telefone: 213 860 501 begin_of_the_skype_highlighting              213 860 501      end_of_the_skype_highlighting
E-mail: mariaetfernandes@gmail.com

Sobre a secção "Noutras ruas… outras milongas!" >>

--
Quarta-feira, 11 de Agosto de 2010
MILONGA NO PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS [115]
21:30 às 24:00

Padrão dos Descobrimentos
Lisboa - mapa >

--
Sábado, 14 de Agosto de 2010
MILONGA NO JARDIM DO TOREL [116]
17:30 às 20:00

Tragam ténis para além dos sapatos!

Jardim do Torel
Lisboa - mapa + transportes >

--
Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010
MILONGA NO MIRADOURO PORTAS DO SOL [117]
21:30 às 24:00

Miradouro Portas do Sol
Lisboa - mapa >

Com a presença de ANUNAMANTA!
www.myspace.com/anunamanta

--
Quarta-feira, 25 de agosto de 2010
MILONGA NO LARGO DO CARMO [118]
21:30 às 24:00

Largo do Carmo
Lisboa - mapa + transportes >

--
Sábado, 28 de Agosto de 2010
MILONGA NO RESERVATÓRIO DA MÃE D'ÁGUA [119]
18:00 às 22:00

Praça das Amoreiras, 10
Lisboa - mapa + transportes >

Fonte:
http://tangonarua.blogspot.com/2010/06/milongas-tnr-em-agosto.html

até 19 de Setembro: Exposição - POVOpeople


19 JUNHO a 19 SETEMBRO 2010
Aberto todos os dias das 10h às 18h
Sábados até às 20h
Entrada livre
Museu da Electricidade, Belém
"A Fundação EDP associa-se às comemorações do Centenário da República com a exposição internacional POVOpeople. A pergunta, «O que é o povo?» serviu de linha orientadora a esta exposição que propõe ao público/povo de hoje várias respostas possíveis através de uma nova reflexão visual, estética, simbólica, sociológica e política sobre a génese e a evolução do conceito de POVO.

o povo é sereno; o povo é quem mais ordena; ganharás o pão com o suor do teu rosto; casas do povo; se isto não é o povo, onde é que está o povo? ; queres fiado, toma… são alguns dos slogans e dizeres que grafitam os espaços do Museu da Electricidade, nos quais se exploram arquivos de som e de imagem, obras de pintura, escultura, desenho, fotografia, vídeo e cinema, textos literários, memórias e testemunhos populares e eruditos. Através do recurso a novas tecnologias, a exposição assume as características de uma «instalação» em permanente interactividade com o PÚBLICO – POVO. A Kameraphoto, colectivo de fotógrafos independentes, foi convidada a criar um mural dinâmico de fotografia.

POVOpeople oferece enquadramento para um projecto editorial, em parceria com a Tinta da China Edições, que se traduz no lançamento de três livros:

– Como se faz um povo Ensaios originais de investigadores portugueses acerca das práticas e representações populares, com apresentação de José Neves.

– A política dos muitos Antologia de textos teóricos de autores universais sobre os temas dos sujeitos colectivos (do POVO às «massas», entre outros).

– O que é o povo? Respondem… depoimentos de artistas, políticos, empresários, gestores, jornalistas e desportistas a propósito do conceito de POVO. À pergunta colocada respondem, entre outros, Aníbal Cavaco Silva, Frei Bento Domingos, Eduardo Lourenço, Jorge Sampaio, Marcelo Rebelo de Sousa, Mário Soares, Paulo Teixeira Pinto, Vasco Graça Moura. Para além dos 40 depoimentos recolhidos, esta publicação contará com a participação de conceituados ilustradores. São eles Alice Geirinhas, João Fonte Santa, Henrique Cayatte, Luís Afonso e Cristina Sampaio.

A equipa de comissários reúne José Manuel dos Santos, Director Cultural da Fundação EDP (coordenação), José Neves, investigador do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa (comissariado científico), Diana Andringa (comissária para o audiovisual), e João Pinharanda, historiador e crítico de arte (comissariado artístico)."

Fonte:
http://www.edp.pt/pt/sustentabilidade/fundacoes/fundacaoedp/agenda/Pages/POVOPEOPLE.aspx

até 24 de Outubro, 2010: Exposição - LÁ VAI ELA, FORMOSA E SEGURA

Scooters da colecção de João Seixas

Mude – MUSEU DO DESIGN E DA MODA.
Comissariado: João Seixas e Pedro Teotónio Pereira
"Leonor cantada por Luís Vaz de Camões, que ia descalça para a fonte, «fermosa, mas não segura», é reinventada por António Gedeão, em 1961, e passa a ir «voando para a praia, na estrada preta. Vai na brasa, de lambreta». Animados por esta nova Leonor e embalados pela sonoridade do poema, intitulámos Lá vai ela, Formosa e Segura à exposição que apresenta a evolução da scooter, entre 1945 e 1970. Lá vai ela tem um duplo sentido. No feminino, tanto designa a scooter, ícone mediático de um tempo e de um modo de vida urbano, jovem e democrático, como também é um galanteio à nova mulher, mais emancipada e profissionalmente activa que se afirma no pós-Segunda Guerra, já segura e formosa, conduzindo-se a si própria, entre o trabalho e a casa, ou em puro passeio pela sua cidade.
Com esta exposição ficaremos mais conscientes da pluralidade e especificidades de cada scooter, percebendo melhor este fenómeno que cruza a Europa e os Estados Unidos. Mas é inegável que, entre todas as scooters, a Vespa ganha uma popularidade tal que a torna quase no seu sinónimo. Símbolo do bom design italiano, é hoje um clássico do século XX e um objecto de culto. Exemplo paradigmático da unidade entre a forma, de linhas modernas e orgânicas, e a nova tecnologia, a Vespa significa também o ressurgimento económico de Itália e da marca Piaggio. Económica, funcional e bela, a Vespa tem de ser olhada no âmbito do movimento global de afirmação do design italiano como factor distintivo. É a união de todas estas características, e não só a sua forma e estilo, que faz dela um excelente objecto de design, estando representada em várias colecções museológicas.
Se a scooter foi protagonista das cidades reconstruídas do pós-guerra, ganha hoje um renovado alcance perante os desafios vividos nas grandes metrópoles, uma vez que pode fazer parte, juntamente com uma articulada rede de transportes públicos, de uma resposta eficaz aos problemas de tráfego, parqueamento e poluição sonora/atmosférica. A sua actualidade levou-nos a organizar esta exposição onde colocámos em diálogo as scooterscom a moda, sublinhando a transformação de linhas e silhuetas, para além da alteração das formas, cores e materiais, de modo a dar maior visibilidade à evolução das mentalidades e diferentes contextos socioculturais.
O piso 1 do MUDE volta a metamorfosear-se na procura de renovadas geometrias e temperaturas do espaço expositivo.
Viajemos, assim, ao volante da scooter, por estes vinte cinco anos do século XX, mas com os olhos postos no futuro."

MUDE
Rua Augusta, 24
10-20h

Fonte e imagem:

Artigo do Jornal Público sobre a exposição: