30 de Junho, 2012: Concerto - MILTON NASCIMENTO E A ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA


Às 22h
Espectáculo: Concerto Milton Nascimento - Ana Moura, Carminho, António Zambujo e Orquestra Metropolitana de Lisboa
Local: Alameda Dom Afonso Henriques
Milton Nascimento, músico e compositor brasileiro com quarenta e cinco anos de carreira, é um reconhecido embaixador da Música Popular Brasileira. A sua música pode definir-se como um desdobramento da bossa nova com fortes influências do jazz, do rock e da música hispano-americana. Neste regresso a Portugal, Milton Nascimento convida Ana Moura, Carminho e António Zambujo, nomes consagrados do panorama musical nacional, para uma noite de partilha entre o ritmo da música popular brasileira e a alma do Fado.

Transportes
Metro:
Alameda
Comboio: Areeiro
Autocarros: 22, 705, 708, 717, 727, 735, 756, 767
Fonte e imagem:

30 Junho a 03 Agosto, 2012: Exposição de Fotografia - RAPOSAS

 -------- Inauguração da exposição 16h Livraria Sá da Costa (Chiado) --------

> Parte I
Exposição de fotografia
30 Junho a 03 Agosto
Seg. a Sáb. das 10h30 às 19h00

> Parte II
Espectáculo
Setembro

> Parte III
Espectáculo
Dezembro

Entrada Livre

Livraria Sá da Costa
Rua Garrett 100 Lisboa


Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 44, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 745, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

29 de Junho a 19 de Julho, 2012: Ciclo de Cinema - FILMARTE II, UM VERÃO PORTUGUÊS

às 21h30
29 Junho / 5 Julho / 12 Julho / 19 Julho
Ciclo de Cinema coordenado por Miguel Simal

"Quatro noites de Verão, quatro formas de interpretar e fazer cinema, quatro maneiras de olhar Lisboa.
Numa altura em que muitos clamam o seu fim, a segunda edição do ciclo FILMARTE da Appleton Square é dedicada ao Cinema Português e aos seus Cineastas contemporâneos.
Autores que, com poucos meios, nos revelam uma cinematografia viva, rica e diversificada. Um quarteto de obras que encontram na cidade de Lisboa e na sua componente urbana o elo de ligação.
Das curtas-metragens premiadas Arena e Rafa de João Salaviza, que nos dão um pequeno vislumbre da realidade dos bairros sociais dos arredores da grande Lisboa, ao resgatar do fado e dos bairros populares Lisboetas pelas mãos de Diogo Varela Silva, com Fado Celeste, passando pelo olhar independente e fortemente urbano de Sérgio Graciano em Assim, Assim, sobre como é atingir a idade adulta, viver e amar numa cidade cada vez mais cosmopolita, terminando numa viagem a um passado distante, mas tão próximo do nosso presente, com uma Fantasia Lusitana de João Canijo. Estas são as proposta de um Verão Português
Quatro filmes, quatro conversas* com realizadores, quatro oportunidades de descobrir o nosso cinema e de revisitar Lisboa com novos olhos."
(Miguel Simal, 2012)

*Após o visionamento de cada filme haverá uma conversa à volta de Lisboa entre o respectivo realizador, Miguel Simal (crítico de cinema), José Sarmento de Matos (olissipógrafo) e João Appleton (especialista em reabilitação urbana)

Entrada livre
Limitada à lotação da sala (45 lugares)
Caso pretenda reservar por favor envie email para:
geral@appletonsquare.pt

APPLETON SQUARE 
Rua Acácio Paiva nº27 r/c 1700-004 Lisboa
+351 210 993 660            +351 210 993 660
geral@appletonsquare.pt www.appletonsquare.pt
appletonsquare.blogspot.com
Horário: Terça a Sábado, das 15h00 às 20h00

Transportes
Metro: Alvalade
Comboio: Roma
Autocarros: 21, 31, 36, 44, 83, 707, 717, 735, 738, 745, 750, 755, 767

28 de Junho a 7 de Julho, 2012: Ciclo de Cinema - CINE-CONCHAS


Transportes
Metro: Quinta das Conchas, Lumiar
Autocarros: 36, 206, 207, 703, 717, 796, 798

Fonte: https://www.facebook.com/cineconchas

26 de Junho a 1 de Julho, 2012: Festival - SILÊNCIO

O Festival Silêncio está prestes a invadir vários espaços da cidade

"O Festival Silêncio pretende devolver o poder à palavra cruzando-a com as diferentes artes e sublinhando o papel vital desta na criação artística.


De 26 de Junho a 1 de Julho, a palavra inscreve-se na vida da cidade pela mão de escritores, artistas plásticos, encenadores, músicos, actores, cineastas que exploram essa íntima relação com a linguagem.


Seja qual for o seu modus operandi, é através da palavra que grandes nomes da cena literária e artística irão partilhar com o público a sua própria visão do mundo.

Dos concertos aos espectáculos multimédia, das conversas às leituras encenadas, do cinema à poesia, cruzam-se disciplinas, práticas e públicos.

Numa época em que se valorizam as imagens em detrimento das palavras, o Festival Silêncio pretende dar voz aos criadores num palco transversal aberto à reflexão e ao debate."

Programação completa:
http://www.festivalsilencio.com/2012/agenda.php

Festa de Abertura Junho 26 18H30. Povo
A partir das 18h30, a esplanada do Povo recebe a festa de abertura da 4ª edição do Festival Silêncio, com DJ sets e microfone aberto para todos os que quiserem chegar, participar e fortalecer a palavra dita.


Conversas:

Fonte e imagem:

28 de Junho, 2012: Cinema - PARIS, TEXAS

às 22h.


Projecção do filme de Wim Wenders, "Paris, Texas", de 1994. Mais informação em http://www.imdb.com/title/tt0087884/
duração:147 minutos

entrada livre
Rua da Graça n.º 168, 1170 Lisbon, Portugal

Transportes
Autocarros: 12, 30, 34, 726, 735
Eléctrico: 28
 

26 de Junho, 2012: Shortcutz - Sessão # 107

às 22h.
 
CURTAS COMPETIÇÃO:
- "Lovely Lies" de Eduardo Castro Fonseca.
- "Em Terra Frágil" de Bruno Carnide.

Anúncio e exibição - CURTA VENCEDORA JUNHO

CONVIDADOS ESPECIAIS:
- CURTAS VILA DO CONDE
Trazem: "North Atlantic" de Bernardo Nascimento. Premiada na 19ª edição do festival.

- NÉBULA
- CIN
Trazem: "Cidade Colorida" de Guilherme Afonso, a propósito do projecto CIN REMAKE.
 
Bicaense Café
Rua da Bica de Duarte Belo 42 A - Lisboa

Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 44, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 745, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

Até 28 de Outubro, 2012: Exposição - O MODERNISMO FELIZ: ART DÉCO EM PORTUGAL PINTURA; DESENHO; ESCULTURA, 1912-1960

Museu do Chiado Rua Serpa Pinto 4, Lisboa
A entrada é livre aos Domingos, até às 14h. 

«O MODERNISMO FELIZ: ART DÉCO EM PORTUGAL PINTURA; DESENHO; ESCULTURA, 1912-1960»
"O estilo Art Déco, designação que só surge nos anos 60, ou Estilo 1925, como também é conhecido (em apropriação da designação da magna Exposição das Artes Decorativas e Industriais Modernas realizada em Paris naquela data), conhece, num contexto atual de crise, um renovado interesse mundial.
Congregando, eclética e decorativamente, as heranças das vanguardas artísticas dos começos do século (do Fauvismo, Cubismo, Futurismo, Expressionismo e, até, do Abstracionismo) aliadas a sugestões vindas dos Movimentos Decorativos Modernos (como a Secessão Vienense, os grafismos francês e germânico de 1900 ou os Ballets Russes), o Art Déco foi o primeiro estilo global e universal que o Mundo conheceu, aspirando a constituir-se como Arte Total (inspiração de vida), tal como na proposta pioneira de Wagner no século XIX, alargando-se a todas as expressões artísticas e a todos os aspetos da vida quotidiana e expandindo-se, ao longo dos Anos 30, dos horizontes franceses ao resto da Europa, Estados Unidos, América do Sul, África, China, Austrália e Japão.
A promessa estética de felicidade nele contida, antídoto contra o trauma da I Guerra Mundial, foi também paliativo contra a crise económica dos Anos 30, e o movimento perdurou até à II Guerra Mundial.
Em Portugal, o Art Déco projetou-se, igualmente, com excelente pujança. Com efeito, uma parte muito substancial dos artistas portugueses do 1º e 2º Modernismos foram praticantes altamente empenhados deste gosto que, como nos outros países, renovou a totalidade dos mais diversos aspetos da vida quotidiana – e o próprio Estado Novo viu neste Movimento um veículo eficaz de propaganda e afirmação de poder.
A efemeridade do 'Futurismo' português e, com ela, a debilidade da vanguarda entre nós, a longa duração e isolamento do Estado Novo, ditatorial e conservador, a longa vida de muitos dos artistas-protagonistas daquele modernismo feliz, fez do Estilo Art Déco uma fonte de oposição ao apreciado naturalismo oitocentista e, como tal, o garante generalizado da sobrevivência do próprio Modernismo, perdurando em Portugal até cerca de 1960.
A presente exposição sobre o estilo Art Déco em Portugal permite uma releitura renovada e inovadora do nosso fenómeno Modernista, e, maioritariamente, daquele gosto que, originalmente, se estendeu do domínio do desenho às restantes expressões artísticas ditas 'maiores', como a Pintura, a Escultura e a Arquitetura, mas também ao grafismo e publicidade, à cenografia, ao cinema, às artes da decoração e, finalmente, à própria vida quotidiana e suas aspirações modernas de cosmopolitismo e felicidade."
Rui Afonso Santos, Comissário
Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 44, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 745, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

30 de Junho, 2012: Concerto - OS CACTOS

às 21:30
ART - Associação de Residentes de Telheiras - Rua Professor Mário Chicó, 5 (junto aos CTT, na saída do metro de Telheiras)

São dois; são Os Cactos… António Ramos (Torré) e Gonçalo Leitão movem-se por outros terrenos. Terrenos onde a liberdade criativa impera, onde a música experimental tem o seu principal e único campo de acção. São teclados, guitarras, percussões várias, saxofones, groove box, apitos e outros brinquedos, que fazem desta experiência um movimento em contínuo; amplo; abrangente. Uma ideia a acompanhar.

http://www.myspace.com/oscactos

ENTRADA LIVRE
Campanha DÁS O QUE QUISERES
Box de Donativos

Transportes
Metro: Telheiras
Autocarros: 747, 767, 778

29 de Junho a 29 de Julho, 2012: Teatro Nacional de São Carlos - FESTIVAL AO LARGO, 2012

às 22h.
Rua Serpa Pinto n.º 9, Lisboa
Programa:
29. 30. junho - PEER GYNT, Edvard Grieg, música de cena
13. 14. julho - GOYESCAS, Enrique Granados, ópera em versão de concerto
27. 28. Julho - TURANDOT, Ferruccio Busoni, ópera em versão de concerto

1. julho - VIVALDIANAS, Antonio Vivaldi

2. julho - BAROKKSOLISTENE OSLO, Alehouse Session

3. 4. Julho - PROGRAMA CHOSTAKOVITCH

5. Julho - ANTÓNIO ROSADO. DANIEL AUNER. ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA.

15. julho - AS DAMAS DO SÃO CARLOS

10. julho - JUNII SIBIULUI, Cantares e dançares da Roménia, 24 dançarinos, 10 instrumentistas

26. julho - DANÇAS E MÚSICA DE SUMATRA, Gamelão de Java

29. julho - ORQUESTRA CHINESA DE MACAU

11. julho - ALEXANDRU TOMESCU. ERNST SCHELLE. FILARMONIA DAS BEIRAS.

12. julho - PEDRO CARNEIRO. ORQUESTRA DE CÂMARA PORTUGUESA. A Europa no Chiado

24. julho - PEDRO JÓIA. VASCO PEARCE DE AZEVEDO. SINFONIETTA DE LISBOA.

9. julho - LISBOA, espetáculo poético de rua, Fondazione Pontedera Teatro

6. 7. julho - CARMEN, Ballet inspirado na obra de Prosper Mérimée, Companhia Antonio Gadés

19. 20. 21. julho - LA VALSE [curta-metragem de João Botelho] + DU DON DE SOI, Obra inspirada no universo cinematográfico de Andrei Tarkovski, de Paulo Ribeiro
Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 44, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 745, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28
Fonte e imagem:

28 de Junho a 28 de Julho, 2012: Exposição - MANUEL ESTRADA, ONDE NASCEM AS IDEIAS


Convidamo-lo ainda a assistir a uma CONVERSA ABERTA, às 18h, que precede a inauguração desta exposição, com a participação de Manuel Estrada, Luís Serpa e Henrique Cayatte.

MUDE - Museu do Design e da Moda
R. Augusta, 24
Lisboa

"Manuel Estrada (1953) é um designer gráfico espanhol com uma obra notável. Baseado em Madrid, aonde dirige o seu próprio atelier, tem na lista de clientes para os quais trabalha, o seu melhor cartão de visita. Desde 1989 que se dedica ao design gráfico (depois de uma experiência em estudos de arquitetura), concebendo Programas de Identidade Corporativa, Coleções de Livros e Projectos Editoriais, Embalagens, Identidade Visual para Museus, Sinalética e Arquigrafia.
Considerado como um dos melhores Estúdios de Design em Espanha e reconhecido internacionalmente, Estrada alia a sua criatividade e profissionalismo a uma enorme empatia o que lhe granjeou um leque muito alargado de simpatizantes e seguidores profissionais.
A sua exposição Aonde Nascem as Ideias, Cadernos do Equilibrista inaugura no MUDE_Museu do Design e da Moda, Rua Augusta, 24 em Lisboa no dia 28 Junho 2012 [Quinta-Feira], sendo precedida por uma Conversa Aberta, pelas 18h00, com Manuel Estrada, Luís Serpa e Henrique Cayatte."

Transportes
Metro: Baixa-Chiado, Terreiro do Paço, Rossio
Autocarros: 7, 28, 35, 36, 40, 74, 91, 706, 709, 711, 71, 732, 744, 745, 746, 759, 760, 781, 782, 794
Eléctricos: 12, 15, 18, 25 e 28
Barco: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré, Santa Apolónia

28 de Junho a 28 Julho, 2012: Exposição - FILIPE ALARCÃO, PARTÍCULA


Filipe Alarcão, Partícula
Inauguração 28 Junho | 22h00
 
(…) Filipe Alarcão, designer*, traz para o território da galeria uma reflexão sobre o estatuto ontológico e axiológico dos objectos na contemporaneidade. E haverá, hoje, reflexão mais premente do que esta? A partir da recolha de fragmentos de objectos, na topografia granular da praia, o designer resgata entidades plásticas, e de plástico, do purgatório estético e funcional a que estavam confinadas, desenhando-lhes uma pós-vida. O fragmento de um objecto primeiro (desagregado) transfigura-se em partícula, parte participante de uma nova composição objectual. (…)
*Filipe Alarcão, designer foi o subtítulo da exposição Introspectiva patente no Mude – Museu do Design e da Moda, Colecção Francisco Capelo entre Setembro de 2011 e Janeiro de 2012.
Excerto do texto de Ana Cristina Cachola (Junho de 2012)

APPLETON SQUARE 
Rua Acácio Paiva nº27 r/c 1700-004 Lisboa
+351 210 993 660            +351 210 993 660
geral@appletonsquare.pt www.appletonsquare.pt
appletonsquare.blogspot.com
Horário: Terça a Sábado, das 15h00 às 20h00

Transportes
Metro: Alvalade
Comboio: Roma
Autocarros: 21, 31, 36, 44, 83, 707, 717, 735, 738, 745, 750, 755, 767

26 de Junho, 2012: Conversa - PARA ONDE PODEMOS VIAJAR?


Transportes

Metro: Marquês de Pombal, Avenida
Autocarros: 1, 74, 83, 702, 706, 709, 713, 720, 727, 732, 738, 744, 745, 746

23 a 25 de Junho, 2012: Museu Colecção Berardo - 5º ANIVERSÁRIO

Transportes
Autocarros: 28, 714, 727, 729, 732, 751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém
Barco: Belém

22 Junho, 2012: Inauguração - JAN PROVOOST, TRÍPTICO DE NOSSA SENHORA DA MISERICÓRDIA



às 18h, Sala do Tecto Pintado.
Exposto integralmente pela primeira vez, após um restauro total que demorou vários anos, o Tríptico de Nossa Senhora da Misericórdia foi vendido à Academia Real de Belas-Artes em 1876. É no recibo desta transacção que acaba de ser descoberta uma informação que altera a historiografia “oficial” sobre esta importante obra, atribuída a Jan Provoost.

Em 1905, o historiador Eberhar von Bodenhausen atribuiu o Tríptico de Nossa Senhora da Misericórdia a Jan Provoost (Mons, 1462/5 - Bruges, 1529), um dos mais importantes pintores renascentistas da Flandres, Cavaleiro do Santo Sepulcro, amigo íntimo de Dürer e por ele retratado duas vezes.
    Depois de um longo e complexo trabalho de conservação nos painéis laterais deste tríptico, o Museu Nacional de Arte Antiga tem agora a possibilidade de apresentar ao público, na sua forma completa, um dos mais importantes conjuntos da sua colecção de pintura flamenga.
    Graças às técnicas de reflectografia tornou-se possível conhecer o desenho subjacente à pintura, comprovando, através de estudos comparativos, a atribuição do trípitico a Provoost, apoiada há mais de um século pela maioria da crítica nacional e internacional.
    A exposição revela ainda dois elementos essenciais sobre esta obra, adquirida em 1876 pela Academia Real de Belas-Artes a Agostinho de Ornelas, diplomata originário da Madeira.
    No recibo desta transacção, pode ler-se que a pintura provém da Capela de São João de Latrão, na Madeira, e não da Misericórdia do Funchal, como supunha a historiografia oficial.
    A iconografia das representações principais do tríptico respeita as vontades expressas no testamento do rico mercador e produtor de açúcar, Nuno Fernandes Cardoso, e de sua mulher, Leonor Dias, que terão mandado edificar a Capela de S. João de Latrão, em 1511, nas suas terras de Gaula.
    O mesmo documento permite datar a encomenda da pintura entre 1512 e 1515, tornando este tríptico na mais antiga obra documentada de Jan Provoost.

ComissariadoJoaquim Oliveira Caetano
José Alberto Seabra Carvalho"

Museu Nacional de Arte Antiga

Morada: Rua das Janelas Verdes
1249 - 017 Lisboa
Telefone: (351) 21 391 28 00

Transportes
Autocarros: 28, 60, 713, 714, 727, 732
Eléctricos: 15, 18, 25
Comboio: Santos
Barco: Cais-do-Sodré 
 
Fonte:

23 de Junho, 2012: Dia aberto - TAPADA NACIONAL DE MAFRA

"Há patrimónios que merecem ser conhecidos por todos nós. Pela sua história, património e relevância ambiental a Tapada Nacional de Mafra é, sem qualquer dúvida, um deles.
Para que todos tenham uma oportunidade de conhecer este espaço natural, no próximo dia 23 de Junho a Tapada vai abrir as suas portas a todos aqueles que nos quiserem visitar.
Neste dia, encontrará disponíveis, gratuitamente, uma amostra das atividades que normalmente temos para si, aos Fins de Semana e Feriados Nacionais; Mini- Circuitos de comboio, Sessões de Falcoaria, Atelier com Burros, Tiro com Arco, Passeios de Charrete, percursos disponíveis para BTT e Pedestres.
Venha conhecer as nossas atividades, para que durante o verão possa planear um fim de semana calmo em família, em plena natureza.

Saiba mais em www.tapadademafra.pt ou consulte o programa em anexo.
Divulgue esta iniciativa e ajude a preservar este espaço natural!
Apaixone-se pela Tapada,
Visite-nos!

Tapada Nacional de Mafra
Portão do Codeçal
2640-602 Mafra
www.tapadademafra.pt


Programa:
Abertura dos portões 9h30
Fecho 19h


Circuitos de comboio- Horários:10h30/ 11h40/15h/ 16h/ 17h e 18h


Sessões de falcoaria- 11h30 / 12h30 / 15h / 16h / 17h / 18h


Percurso de BTT aberto o dia todo (sem guia-requer inscrição na receção). A Tapada não dispõe de bicicletas
Percursos Pedestres Não guiados: Manhã percurso verde e vermelho (requer inscrição na recepção).


Guiado por um colaborador da Tapada: Percurso Azul Horário: 10h30 /11h30/ 15h / 15h30 e 16h. O guia sai com o grupo que se reunir até essa hora. Máximo de participantes por grupo 40.


Passeios de Charrete - das 10h às 12h e das 14h às 18h. Nº máximo de participantes por volta, 6 pessoas. Duração máxima de 20 a 30 min.

Tiro com Arco - das 10h às 13h e das 14h às 18h. Duração máxima – 15 min.


Atelier com Burros – das 10h às 13h e das 14h às 18h.


Duração máxima de 20 - 30 min.


O nº de vagas nas atividades está limitada à sua capacidade de oferta.


Não se aceitam reservas."

21 de Junho, 2012: PORTUGAL vs REP. CHECA + ORELHA NEGRA

"Vem assistir ao jogo de Portugal vs Rep. Checa em ecrã gigante e ao concerto de apresentação do 2º Álbum dos ORELHA NEGRA pela primeira vez.

19h00 - abertura de portas
19h45 - Transmissão do jogo PORTUGAL - REPÚBLICA CHECA
21h30 - Orelha Negra
23h00 - DJ Ride

O espaço tem capacidade para apenas 400 pessoas, para garantires a tua entrada deves fazer o registo, levar o bilhete contigo (impresso ou no teu ecrã de bolso) e chegar com algum tempo de antecedência.
A entrada é feita pela ordem de chegada!!

Faz o registo aqui: http://on.fb.me/BrauncruZersession

Orelha Negra, banda que ocupa cada vez mais espaço nas playlists do público português, apresenta o seu 2º álbum pela primeira vez ao vivo no jardim do Palácio Braamcamp!

Ao concerto segue-se a actuação de DJ Ride numa after party. DJ Ride é já uma das figuras incontornáveis da música urbana portuguesa – 6 vezes campeão nacional e campeão mundial com Beatbombers, tendo já lançado vários trabalhos em nome próprio.

||ORELHA NEGRA, Dj Ride e jogo da Selecção Nacional||
É grátis, só têm de confirmar a presença e fazer o registo aqui: http://on.fb.me/BrauncruZersession
Atenção que a entrada é feita pela ordem de chegada!"

Palácio Braamcamp
Pátio do Tijolo 25 (mapa)

Transportes
Metro: Rato, Baixa-Chiado
Autocarros: 74, 706, 709, 713, 720, 727, 738, 758, 773

21 de Junho, 2012: Inauguração - JOSÉ ANTÓNIO CARDOSO

José António Cardoso . pintura
inauguração: 5ª feira . a partir das 19.00

Galeria Monumental
Campo Mártires da Pátria, 101 . Lisboa
Tf. 213533848 . gmonumental@gmail.com
Horário: de terça a sábado das 15.00 às 19.30
(encerra domingos, 2ªs e feriados)

Transportes
Metro: Anjos, Intendente, Picoas
Elevador: Lavra
Autocarros: 30, 74, 723, 760, 767

21 de Junho, 2012: Cinema - AMERICAN PSYCHO

às 22h.

Projecção do filme de Mary Harron, "American Psycho", de 2000. Mais informação em http://www.imdb.com/title/tt0144084/
duração:102 minutos

entrada livre
Rua da Graça n.º 168, 1170 Lisbon, Portugal

Transportes
Autocarros: 12, 30, 34, 726, 735
Eléctrico: 28
 

27 de Junho, 2012: Lançamento de Livro - AS MULHERES DA FONTE NOVA de ALICE BRITO

"A Editorial Planeta e a Fnac têm o prazer de convidar V. Ex.ª para o lançamento do livro

«AS MULHERES DA FONTE NOVA» de ALICE BRITO


O livro será apresentado por Irene Pimentel e por Francisco Louçã."

Fnac Colombo
Centro Comercial Colombo – Av. Lusíada | Benfica | Lisboa

Transportes
Autocarros: 703, 726, 729, 750, 764, 767, 768, 780
Comboio: Benfica
Metro: Colégio Militar/Luz

28 de Junho a 28 de Julho, 2012: Exposição - INTENDENTE(s)

"Exposição de Hélène Veiga Gomes
INAUGURAÇÃO dia 28 de Junho às 19h
Quinta a Domingo • das 16h às 20h • Entrada Livre

INTENDENTE(s) é o título de um projecto desenvolvido por Hélène Veiga Gomes durante uma residência artistica no LARGO Residências. Em colaboração com vários habitantes do Intendente, este trabalho foi realizado a partir da transformação iniciada na zona. De facto, tornou-se ainda mais necessário recolher a memória colectiva do lugar enquanto a história urbana do Intendente está a sofrer, com as obras, uma viragem crucial.

Neste contexto, treze habitantes que têm o Intendente por denominador comum receberam maquinas descartáveis para retratar o espaço material e simbólico do seu quotidiano. Esta experiência foi desenvolvida ao longo de quatro meses, tendo como resultado uma reflexão sobre as imagens da cidade. Este processo culmina agora numa apresentação publica, que aposta na vontade de revelar a percepção do lugar pelo olhar dos fotógrafos.

A exposição quer explorar não só esses diferentes pontos de vista, mas também perturbar o sentido de orientação do visitante. Face às inúmeras representações negativas associadas ao Intendente, de que forma romper com este imaginário anterior? É com base nesta questão que a exposição se divide em varias instalações, num vaivém entre imagens, objectos e palavras.

Da restituição do ponto de vista singular à fragmentação do conjunto das imagens, esta apresentação visa criar um prisma difractado das imagens do Intendente.

Mais informações:
http://cargocollective.com/intendentes
projecto.intendentes@gmail.com"

Largo do Intendente, nº 13 - http://goo.gl/maps/n3Bh

Transportes
Metro: Intendente

Eléctricos: 12, 28

Autocarros: 7, 30, 74, 708, 712, 723, 726, 740, 760, 790 

21 de Junho, 2012: Lançamento de Livro - PORTUGAL, PARA CRIANÇAS


"A LUPA tem o prazer de anunciar o lançamento do seu mais recente e tão desejado projecto "Portugal para crianças, for children, pour les enfants, fur Kinder", de Joana Paz e Danuta Wojciechowska. Este é um livro sobre Portugal, recheado de pistas sobre coisas engraçadas a descobrir, onde podes desenhar, colorir e escrever sobre o teu país!

Descrição do livro:
"PORTUGAL para crianças, for children, pour les enfants, fur Kinder", de Joana Paz e Danuta Wojciechowska,
96 páginas, impresso em papel Munken print white 150 gms
Formato: 195 x 250 mm
PVP: 12,5 euros
textos em 4 línguas (Português, Inglês, Francês e Alemão)"
Transportes
Metro: Rato
Autocarros: 74, 709, 713, 720, 727, 738, 773
Eléctricos: 25, 28

20 de Junho, 2012: Old School - VASCO BARATA

OLD SCHOOL #11
VASCO BARATA
“A Ronda da Noite”
20 de Junho de 2012, às 22H
*one night only*
 
Entrada livre

Praga Associação Cultural | Companhia de Teatro
Rua Afonso Annes Penedo, Armazém 1D
1950 – 013 Lisboa
Telf: 210 962 355 | Fax: 210 962 619

Transportes
Autocarros: 28, 210, 718, 755, 781, 782
 

21 de Junho a 18 de Agosto, 2012: Exposição - DANIEL GUSTAV CRAMER e HARIS EPAMINONDA

Inauguração 21 de Junho, às 22:00h
 
"Daniel Gustav Cramer e Haris Epaminonda conheceram-se em 2001. Um projeto experimental para a internet, 'The Beehive', foi lançado em 2005, durou cerca de dois anos, e conduziu, eventualmente, ao projeto colaborativo 'The Infinite Library'. The Infinite Library é um arquivo de livros em permanente expansão, onde cada livro é criado a partir de páginas de um ou mais livros existentes e novamente reencadernadas. Atualmente existem já cerca de 50 livros. Um catálogo online funciona como um índice preliminar.
O trabalho de ambos os artistas apresenta-se fragmentário, e a sua exposição tende a enfatizar a construção de constelações de peças no espaço expositivo. Em 2010 Epaminonda e Cramer realizaram uma primeira exposição na qual as suas obras eram apresentadas em conjunto, em diálogo entre si, criando uma imagem/narrativa única. Certos temas, como a água em movimento ou um sentido de deslocação e reorganização ligava os elementos individuais entre si. A prática de Cramer inclui sobretudo fotografias, mas por vezes assume a forma de esculturas, livros e vídeos que formam, entre si, um sistema visual coerente. Os trabalhos aparecem e reaparecem em diferentes constelações em diferentes espaços expositivos, criando dessa maneira uma narrativa contínua de sobreposições, repetições e interlúdios poéticos. Os diferentes temas que ligam as imagens, objetos e textos do artista testemunham um universo complexo em constante diálogo com o mundo. O sistema intricado de referências e fragmentos visuais e textuais expande-se e transforma-se ininterruptamente e, ao fazê-lo, ecoa critérios essenciais da existência humana - memória, amor, morte, tempo, conhecimento, dúvida e crença - bem como a sua representação. O trabalho de Epaminonda aborda perspectivas semelhantes de deslumbramento e mistificação. As composições pictóricas, fílmicas e espaciais que a artista desenvolve partilham de uma sensibilidade e textura únicas. A sua linguagem subtil e estranhamente emotiva convoca um espaço onde o espectador se pode perder num reino de ligações e gestos. As suas pequenas colagens, as suas instalações e filmes são precisos e cuidadosamente considerados (muitos deles criados através de imagens ou objetos encontrados em arquivos e através de intensa pesquisa) e aparentam possuir uma solução, uma clara explicação, mas revelam, na verdade, um universo ilimitado de possibilidade e incerteza. O sentimento é semelhante à entrada num labirinto de espelhos, onde os reflexos mostram continuamente novos e intermináveis pontos de vista, conduzindo-nos a um estado de espanto e perplexidade, onde o tempo se afigura como um conceito fugidio, sem princípio nem fim.
Para a exposição na Kunsthalle Lissabon e, no seguimento da sua recente colaboração para a dOCUMENTA (13), os dois artistas irão criar uma narrativa aberta recorrendo a imagens encontradas, fotografias, livros, vídeos e pequenas esculturas. A exposição dará continuidade a uma série de títulos de exposições inspiradas por obras do realizador japonês Yasujir Ozu (Late Spring (1949), Early Summer (1951), Early Spring (1956), Late Autumn (1960)). Um livro de artista será publicado como parte do projeto."
 
Av. da Liberdade 211 - 1º
Lisbon, Portugal
 
Transportes:
Metro: Marquês de Pombal, Avenida
Autocarros: 36, 44, 74, 706, 709, 711, 745
Comboio: Rossio
 

22 de Junho a 8 de Julho, 2012: Programação - PRÓXIMO FUTURO 2012

Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África
Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África
Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África
Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África

22 Jun 2012 – 24 Jun 2012
Tenda
Entrada livre
22 Jun 2012 – 24 Jun 2012
Tenda
Entrada livre
22 a 24 de Junho - Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África, entrada livre (mais informação aqui).

26 a 28 de Junho e 3 a 6 de Julho - Ciclo de Cinema Árabe, bilhetes a 3 euros (mais informação aqui)

22 de Junho a 1 de Julho - Instalação Breath, de Samuel Beckett, entrada livre (mais informação aqui)

29 de Junho a 1 de Julho, 7 e 8 de Julho - Teatro Praga, Contos de Reis, bilhetes a 2.5, 3.5 e 5 euros (mais informação aqui)

1 de Julho - Concerto Inuksuit, entrada livre (mais informação aqui)

Programação completa (aqui)
1.ª sessão: Os bloggers da Primavera Árabe
22 de Junho 2012, 19h00 - Tenda
Maria João Tomás (moderadora) (Portugal) / Mona Prince (Egito) / Danya Bashir (Líbia) / Yassine Ayari (Tunísia) / Aboubakr Jamai (Marrocos)
(tradução simultânea EN-PT e vice-versa)

2.ª sessão: O Estado das Artes
/ 23 de Junho 2012, 19h00 - Tenda
Bouchra Khalili (moderadora) (Marrocos) / Ahmed El Attar (Egito) / Mohamed Siam (Egito) / Nermine Hammam (Egito) / Soufiane Ouissi (Tunísia)
(tradução simultânea EN-PT e vice-versa)

3.ª sessão: A Primavera Árabe explicada por Tahar Ben Jelloun
23 de Junho 2012, 22h00 - Anfiteatro ao Ar Livre
Tahar Ben Jelloun (Marrocos)
(tradução simultânea FR-PT e vice-versa)

4.ª sessão: O protagonismo das mulheres nos países do norte de África
/ 24 de Junho 2012, 19h00 - Tenda
Michket Krifa (moderadora) (Tunísia-França) / Nawel Skandrani (Tunísia) / Olivia Marsaud (França) / Nahed Nasrallah (Egito)
(tradução simultânea FR-PT e vice-versa)

5.ª sessão: Pensadores do Norte de África
/ 24 de Junho 2012, 22h00 - Anfiteatro ao Ar Livre
Karim Ben Smail (moderador) (Tunísia) / Fethi Benslama (Tunísia) / Wassyla Tamzali (Argélia) / Samy Ghorbal (França)
(tradução simultânea FR-PT e vice-versa)
1.ª sessão: Os bloggers da Primavera Árabe
22 de Junho 2012, 19h00 - Tenda
Maria João Tomás (moderadora) (Portugal) / Mona Prince (Egito) / Danya Bashir (Líbia) / Yassine Ayari (Tunísia) / Aboubakr Jamai (Marrocos)
(tradução simultânea EN-PT e vice-versa)

2.ª sessão: O Estado das Artes
/ 23 de Junho 2012, 19h00 - Tenda
Bouchra Khalili (moderadora) (Marrocos) / Ahmed El Attar (Egito) / Mohamed Siam (Egito) / Nermine Hammam (Egito) / Soufiane Ouissi (Tunísia)
(tradução simultânea EN-PT e vice-versa)

3.ª sessão: A Primavera Árabe explicada por Tahar Ben Jelloun
23 de Junho 2012, 22h00 - Anfiteatro ao Ar Livre
Tahar Ben Jelloun (Marrocos)
(tradução simultânea FR-PT e vice-versa)

4.ª sessão: O protagonismo das mulheres nos países do norte de África
/ 24 de Junho 2012, 19h00 - Tenda
Michket Krifa (moderadora) (Tunísia-França) / Nawel Skandrani (Tunísia) / Olivia Marsaud (França) / Nahed Nasrallah (Egito)
(tradução simultânea FR-PT e vice-versa)

5.ª sessão: Pensadores do Norte de África
/ 24 de Junho 2012, 22h00 - Anfiteatro ao Ar Livre
Karim Ben Smail (moderador) (Tunísia) / Fethi Benslama (Tunísia) / Wassyla Tamzali (Argélia) / Samy Ghorbal (França)
(tradução simultânea FR-PT e vice-versa)
Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África
Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África
Festa da Literatura e do Pensamento do Norte de África
22 Jun 2012 – 24 Jun 2012
Tenda
Entrada livre22
22 Jun 2012 – 24 Jun 2012
Tenda
Entrada livre

Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna 45 A - 1067-001 Lisboa




Artigo no Jornal Público: http://www.publico.pt/Cultura/o-verao-e-arabe-a-partir-de-hoje-na-gulbenkian-1551548

Transportes

Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 713, 716, 726, 742, 746, 756
Comboio: Entrecampos
Fonte e imagem:

Até 24 de Junho, 2012: Exposição - NIKIAS SKAPINAKIS

Exposição patente até 24 de Junho no Museu Coleção Berardo.


Transportes
Autocarros: 28, 714, 727, 729, 732, 751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém
Barco: Belém

19 de Junho, 2012: Conversa Aberta - MUDE

MUDE - Museu do Design e da Moda 
R. Augusta, 24
Lisboa


Transportes
Metro: Baixa-Chiado, Terreiro do Paço, Rossio
Autocarros: 7, 28, 35, 36, 40, 74, 91, 706, 709, 711, 71, 732, 744, 745, 746, 759, 760, 781, 782, 794
Eléctricos: 12, 15, 18, 25 e 28
Barco: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré, Santa Apolónia

20 de Junho, 2012: Lançamento de Livros - FERNANDO PESSOA


às 18:30.
"Richard Zenith, Ana Maria Freitas e Manuela Parreira da Silva apresentam os livros «O Mendigo e Outros Contos», «Histórias de um Raciocinador» e «Cartas de Amor de Fernando Pessoa e Ofélia Queiroz». Os atores Luciana Ribeiro e Jorge Albuquerque lerão algumas dessas cartas."


Casa Fernando Pessoa

Rua Coelho da Rocha, 16, Campo de Ourique
 
Transportes
Metro: Rato
Autocarros: 74, 709, 713, 720, 727, 738
Eléctricos: 25, 28

20 de Junho, 2012: Concerto - VOZES DA DINAMARCA

FOYER DO TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

ENTRADA LIVRE
às 18h

«VOZES DA DINAMARCA»: promovido pela Embaixada da Dinamarca e em colaboração com o São Carlos, o Foyer recebe dois cantores e um pianista dinamarqueses de passagem por Lisboa. Entre outras obras, interpretam árias das óperas «Le nozze di Figaro», de Mozart, «La traviata», de Verdi, para além de uma obra do compositor português Filipe Pinto-Ribeiro.

Henry Purcell
Sound the Trumpet (dueto)
Ernest Charles
When I Have Sung My Songs
Wolfgang Amadeus Mozart
Le nozze di Figaro
«Vedrò mentre io sospiro» (ária do Conde)
«Crudel, perche finora» (dueto: Susanna e Conde)
Johannes Brahms
Von ewiger Liebe, op. 43
Giuseppe Verdi
La traviata
«Di Provenza il mar» (Ária de Germont)
Franz Lehár
Giuditta
«Schön wie die blauen Sommernacht» (dueto)
Maurice Ravel
Don Quichote
«Chanson Romanesque»
«Chanson épique»
«Chanson à boire»
Claude-Michel Schönberg
Les Misérables
«I Dreamed a Dream» (canção de Fantine)
«Star» (ária de Javert)
Johann Strauss
Eine Nacht in Venedig
«Schwipslied»
Frank Loesser
«Baby, It’s Cold Outside» (dueto)
Filipe Pinto-Ribeiro
As meninas dos meus olhos

Ulla Kudsk Jensen
meio-soprano
Jesper Buhl
barítono
Jakob Beck
piano

Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 44, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 745, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28
 
Fonte e imagens:

23 Junho a 1 Julho, 2012: Hortus - JARDIM e SALÃO LITERÁRIO



Palácio Beau Séjour (Metro Alto dos Moinhos - Estrada de Benfica 368)

Jardim

sábado 23 junho a domingo 1 julho
semana 18h00 às 21h00 sábado e domingo 16h00 às 21h00

Visita guiada para famílias (crianças a partir dos 6 anos) sábado e domingo 16h30 | 30 min
Visitas guiadas para grupos marcação prévia pedro@prado.tv | 96 793 49 38

Entrada livre


Salão Literário

sábado 23 domingo 24 sexta 29 sábado 30 junho e domingo 1 julho
sexta 21h30 sábado e domingo 19h00

Entrada livre (sujeita à lotação da sala)


Jardim

Hortus propõe uma ecologia artificial. O visitante é convidado a explorar um jardim onde uma rede de sensores mede a dinâmica do vento e de luz recolhida pelas plantas durante o seu processo de fotosíntese, traduzindo-a num ambiente sonoro.

Quando há movimentação humana no jardim, um algoritmo financeiro (semelhante aos usados na bolsa de valores), interpreta a variação dos dados recolhidos a cada fração de segundo e altera a instalação sonora original de acordo com a expectativa de «lucro» que estima para cada planta.

Quando em conjunto os visitantes decidem parar para refletir ou para ler, o desenho sonoro original retorna ao jardim, refletindo apenas a leitura dos recursos naturais.

Acompanhando a instalação sonora, uma rede de histórias circula em placas botânicas eletrónicas comparando definições diferentes para termos comuns (como crescimento, beleza, regeneração ou tempo) no mundo económico, político ou natural.


Salão Literário

Um ou mais oradores de áreas tão distintas como a ciência, a política ou a filosofia, discutem e debatem com o público duas visões diferentes de um futuro próximo (2020 e 2084). Um convite a praticar e a exercitar a utopia num ambiente informal, imaginando o impossível. Os textos serão disponibilizados online com antecedência e distribuídos durante o Salão.

Oradores Lisboa Francisco Ferreira (Quercus), Gonçalo Ribeiro Telles (Arquiteto Paisagista), Miguel Real (crítico literário e investigador UCL), Alexandra Moura (Filósofa), Helena Águeda Marújo (Instituto da Felicidade), Bárbara Assis Pacheco (Artista Plástica), André e. Teodósio (ator/encenador), António Gouveia (Botânico), Miguel Honrado (Presidente EGEAC), entre outros.

Transportes
Metro: Alto dos Moinhos
Autocarros: 54, 716, 756, 758, 768
 
Fonte e imagem:

17 e 24 de Junho, 2012: Ciclo de Música - JOVENS MÚSICOS, NOVOS OUVINTES

"Sala do Capítulo do Mosteiro dos Jerónimos
 
O ciclo de Música "Jovens Músicos, Novos Ouvintes" concretiza um ensejo há muito acarinhado ao fazer coincidir o período de entrada livre neste monumento com a realização de espectáculos musicais, gratuitos, de qualidade.
A qualidade performativa dos jovens músicos em início de carreira, grande parte deles estudantes, e a adequação do repertório ao Monumento são factores cruciais neste projecto.
O ciclo de Música desenvolve-se em duas fases: a temporada de Primavera (Abril a Junho) e a temporada de Outono (Outubro a Dezembro).
Os concertos realizam-se aos Domingos, pelas 11H00, com entrada livre.
Nos dias de concerto o programa estará afixado na porta da sala do capítulo. 

Programa 
17 de Junho de 2012 Oficina de Música Popular Portuguesa
24 de Junho de 2012 Polyphonia Schola Cantorum"

Transportes
Autocarros: 28, 714, 727, 729, 732, 751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém
Barco: Belém 

Fonte e imagem: