29 de Novembro, 2012: Lançamento de Livro - ESTAÇÃO CENTRAL, de JOSÉ TOLENTINO MENDONÇA

Elevador: Bica, Glória
Metro: Baixa-Chiado
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 28

Fonte e imagem: http://livrariasassirio.blogspot.pt/2012/11/estacao-central-no-chiado-tomar-nota-na.html

1 de Dezembro, 2012: Vizinha - SÁBADUOS DA VIZINHA #13

às 18:30.
"Apresentamos o próximo Sabaduos o primeiro do inicio de Dezembro.
E que melhor forma de o festejar.
Nas guitarras preparadas Abdul Moimeme e Rogério Silva no trompete a acalorar um espaço que já conhecemos, mas que damos o nome de "A Vizinha".
Os Big Lebowski´s que são Tiago Gomes na voz e Francisco Rebelo na guitarra & companhia, prometem poemas negros de beleza edificante.
///
///
Abdul Moimeme (guitarras preparadas)
+
Rogério Silva (trompete)
///
///
Tiago Gomes (voz)
+
Rogério Silva (guitarra)

Na rua da Bica Duarte Belo (elevador da bica)

A entrada é livre, bem como as doações para os artistas, sem eles nada disto seria possível".
 
Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 713, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

28 de Novembro, 2012: Lançamento de Livro - IMPÉRIO



Elevador: Bica, Glória
Metro: Baixa-Chiado
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 28

Fonte e imagem: http://blogue-documenta.blogspot.pt/2012/11/imperio-de-alexandre-melo-andre-e.html

1 de Dezembro, 2012: Espaço MOB - 28.º POETRY SLAM LISBOA

MOB - Espaço Associativo

Travessa da Queimada, 33, Lisboa
"Entrada livre para sócios, quem não é sócio tem que passar a ser (2 euros por ano).
 
"Em modo contínuo itinerante móvel passamos do miradouro para o Mob já no sábado dia 1 de dezembro a partir das 22h. começamos por andar à roda com o projecto 4NCH de Lotaria (Luís Carvalho / voz e poesia, João Guimarães / bateria) a dar poesia com bateria antes de passar a palavra a quem a diz com Live & Sampling de Jari Marjamäki e Dj 2old4school... condiz contigo?

info e inscrições: poetryslamlisboa@gmail.com

prémios para o vencedor:
- um troféu bebível
- o mais recente álbum de Aranhiças&Elefantes 'Vende-se'
- o livro+cd 4NCH de Luís Carvalho - um livro que foi escrito no impulso da viagem a NYC com estadia no Chelsea Hotel, que nesta altura se encontra encerrado. um cd que foi gravado numa noite improvisada nos encontros entre uma voz, uma bateria e uma guitarra. o cd é resultado fiel do que ali se passou e foi editado em Dezembro de 2011 numa edição única de 500 exemplares assinados por quem o escreveu e quem o ilustrou". 
Transportes:

Elevador: Bica, Glória
Metro: Baixa-Chiado
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 744, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 28

25 de Novembro, 2012: Concerto - ANNA ZIELINSKA

25 de Novembro às 18h
Concerto no Atelier Concorde, Rua Leite Vasconcelos 43A
(Atelier Concorde/MãoSimMão - Associação cultural)

Parte 1/ Part 1
ANNA ZIELINSKA - violino / violin
Robert Rekiel (Poland) / Anna Zielinska (Poland) – Sueno for violin and electroacoustic sounds (5’10”) 2006 *
Alla Zagaykevych (Ucraine) – Mithe IV: Karol Szymanowski for violin and electroacoustic sounds (7'30) 2011 *
Jan Oleszkowicz (Poland) – Scontra for violin and electroacoustic sounds (12’30”) 1990 *
Lidia Zielinska (Poland) – Rapsodia for violin and electroacoustic sounds (10’30”) 2004 *
Katarzyna Taborowska (Poland) – Elektroberek for violin and electroacoustic sounds (3’00”) 2003*

* Estreia em Portugal/ First time in Portugal
http://vimeo.com/annazielinska

Parte 2/ Part 2
Meso piana / Simão Costa
Uma Mesa, cordas de piano e parafernália electrónica e projecção vídeo ao vivo e a preto e branco
Uma viagem sonora sobre a luz ao fundo do túnel.
Concepção e Interpretação: Simão Costa
Na continuidade do projecto desenvolvido a convite da Fábrica das Artes, Quarto dos Músicos no Festival Big Bang 2011

www.maosimmao.com
 
Transportes
Autocarros: 12, 30, 34, 726, 735
Eléctrico: 28
 

24 de Novembro, 2012: Vizinha - SÁBADUOS DA VIZINHA #12

às 18:30
Vizinha, Rua da Bica Duarte Belo 14 (elevador da Bica).
 
"Preparamo-nos esta semana para mais dois duos.

Com Maria do Mar e Ricardo A Freitas.
"Este duo é uma proposta de música improvisada sem fronteiras estilísticas. Incorporando as experiências dos seus membros, mesmo se expondo diferenças e idiossincrasias, tem como base a procura de um caminho que lhe seja específico, pessoal, dual, dialogante e consequente."

Depois Fernando Fadigas e JP Patricio.
"Numa lógica de spoken word, João Patrício (DJ Single Again) irá alternar entre a leitura de textos de autores malditos e outros como é exemplo Pedro Passos Coelho - Um Homem Invulgar, de Felícia Cabrita e ainda a rodagem de discos de vinil. Para tal convidou também Fernando Fadigas que irá processar voz e textos, criando ambientes com base neste material e em gravações de campo especialmente recolhidos para a ocasião."

Maria do Mar ( violino e violeta )
+
Ricardo A Freitas ( baixo e.-acústico ‘tenor )
//
//
Fernando Fadigas ( Processamento de voz e textos )
+
JP Patricio ( spoken word )

A entrada é livre, bem como as doações para os artistas, sem eles nada disto seria possível".
 
Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 713, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

25 de Novembro, 2012: Encontro-debate - COMO UM CARROSSEL À VOLTA DO SOL

Isabel Barros | Encontro-debate
às 17:00
Espaço CCB/Fábrica das Artes
Público-alvo artistas, mediadores culturais, professores, animadores socioculturais, bibliotecários e curiosos.
Duração 5 horas
Entrada livre

«Como um carrossel à volta do Sol», é o motor para uma conversa entre Isabel Barros e o público. A frase, que dá título ao programa, é usada para o debate, e lançada como uma ideia de reflexão sobre o tempo e a criação. Circular à volta partindo de um ponto onde sempre se volta a passar e a regressar.
O eterno retorno. De onde partimos?
Para onde imaginamos estar a ir? Onde vamos chegar? Quantas imagens passaram? Quantas figuras estão neste carrossel? Da exposição ao debate, espaço para conversa em volta do grande companheiro da artista que foi João Paulo Seara Cardoso.



CONTACTOS FÁBRICA DAS ARTES

Maria José Solla | Manuel Moreira | Tânia Guerreiro
Todos os dias úteis das 11:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00.
Telefones +351 213 612 899 e +351 213 612 898 ou do fax +351 213 612 859.
fabricadasartes@ccb.pt
Transportes
Autocarros: 28, 714, 727, 729, 751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém
Barco: Belém

24 e 25 de Novembro, 2012: Espaço MOB - FIM-DE-SEMANA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

MOB - Espaço Associativo
Travessa da Queimada, 33, Lisboa
"Entrada livre para sócios, quem não é sócio tem que passar a ser (2 euros por ano).
 
Dia 24 de Novembro
------------------------

Jardim em frente à Maternidade Alfredo da Costa (MAC)
11h| Conferência de imprensa da UMAR
Apresentação dos números da violência contra as mulheres.
Colocação de uma placa no jardim com o nome de algumas das mulheres assassinadas no contexto de violência doméstica, na cidade de Lisboa.

No espaço associativo MOB - Travessa da Queimada, 33, Bairro Alto - Lisboa
18h| Workshop de Defesa pessoal para mulheres com Sakura Mónica
22.30h | RITA RED SHOES
| DJ Miss Sara

Dia 25 de Novembro
-------------------------
15h | Marcha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres |
Largo Camões - Martim Moniz
| Mercado Fusão Martim Moniz
| Orchidaceae Urban Tribal
| Teatro O Bando
| Dj SoulFlow".

Transportes:
Elevador: Bica, Glória
Metro: Baixa-Chiado
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 744, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 28

22 de Novembro, 2012: MUDE - COM ESTA VOZ ME VISTO. O FADO E A MODA

MUDE - Museu do Design e da Moda
R. Augusta 24, Lisboa


Transportes
Metro: Baixa-Chiado, Terreiro do Paço, Rossio
Autocarros: 28, 35, 36, 40, 74, 91, 706, 709, 711, 71, 732, 744, 746, 759, 760, 781, 782, 794
Eléctricos: 12, 15, 18, 25 e 28
Barco: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré, Santa Apolónia

23 de Novembro, 2012: Concerto - ENSEMBLE DE METAIS DA BERLINER PHILHARMONIKER

às 12h
Grande Auditório
Entrada Livre (sujeito aos lugares disponíveis)  

ENSEMBLE DE METAIS DA BERLINER PHILHARMONIKER
SÁNDOR BALOGH (direção musical)
KLAUS WALLENDORF (narração e canto)

Sándor Balogh (n. 1958)
50 perc alatt a Fold korul / Volta ao Mundo em 50 minutos

1. Portugal
2. Török [Turquia]
3. Orosz [Rússia]
4. Israel [Israel]
5. Kína, Japán [China, Japão]
6. Que Rico Mambo [Brasil]
7. Piazzolla [Argentina]
8. Moulin Rouge [França]
9. Spanyol [Espanha]
10. Olasz [Itália]
11. Angol [Grã-Bretanha]
12. Amerika [América]
13. Német [Ar de Berlim]

Berliner Philharmoniker Soloists
Trompetes
Gabor Tarkövi
Tamas Velenczei
Georg Hilser
Guillaume Jehl
Martin Kretzer
Trompa
Sarah Willis
Trombones
Sebastian Kemner
Olaf Ott
Thomas Leyendecker
Jesper Busk Sorensen
Tuba
Alexander von Puttkamer
Bateria
Franz Schindlbeck
Percussão
Jan Schlichte

Em colaboração com: Goethe Institut"
 

 
Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna 45 A - 1067-001 Lisboa
Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
Rua Dr. Nicolau de Bettencourt

Transportes
Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 713, 716, 726, 742, 746, 756
Comboio: Entrecampos
 
Fonte e imagem: http://www.musica.gulbenkian.pt/cgi-bin/wnp_db_dynamic_record.pl?dn=db_musica_season_2012_2013_en&sn=all&orn=187

21 de Novembro, 2012: Recital - ANTÓNIO PINHO VARGAS

às 21:30, no Grande Auditório
Piano solo 
Obras de António Pinho Vargas dos volumes Dinky Toys e outras histórias (vol I) 2008, e Twins Peak e outras histórias (vol II) 2009.

Entrada Livre (sujeito aos lugares disponíveis) 
 
Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna 45 A - 1067-001 Lisboa
Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
Rua Dr. Nicolau de Bettencourt

Transportes

Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 713, 716, 726, 742, 746, 756
Comboio: Entrecampos
 
Fonte e imagem: http://www.musica.gulbenkian.pt/cgi-bin/wnp_db_dynamic_record.pl?dn=db_musica_season_2012_2013_pt&sn=all&orn=50

24 de Novembro a 26 de Janeiro, 2013: Exposição - THERE IS ONE IN ALL OF US, de GONÇALO MAR

Inauguração às 18h.
INFLUX CONTEMPORARY ART
Rua Fernando Vaz 20 B, Lisboa
Quinta a Sábado, das 14h às 18h
 
"Centrada na construção de um imaginário próprio e peculiar, a obra de Gonçalo MAR (n. 1974 Lisboa) mistura elementos do universo da banda desenhada e da animação com alguns elementos da cultura japonesa ou outros mais ligados aos códigos da streetart. Os personagens centrais multicoloridos são envoltos numa aura surreal, mostrados em situações que parecem saídas de um sonho, revestidos de um lirismo sem paralelo neste tipo de manifestação artística em Portugal. Na parede de um edifício, pode haver um personagem gigante convidando o observador a sair da rotina e sonhar. No entanto, a obra de Gonçalo MAR não se reduz apenas ao graffiti ou à streetart. O nível de elaboração, a obsessão pelo desenho e a riqueza dos detalhes transferem-se também para as telas e para as instalações oníricas que cria e que incorporam madeira, cartão e outros materiais "reciclados". Nas paredes de uma galeria de arte, estas constituem-se como a continuação e extensão do seu cosmos tão particular".
 

Transportes
Metro: Quinta das Conchas, Lumiar
Autocarros: 717, 736, 746, 796, 798

21 de Novembro, 2012: Concerto - ORQUESTRA TODOS

às 21h.

Orquestra Todos
Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa.
Entrada livre, sujeita à lotação da sala.

Transportes
Autocarros: 31, 701, 732, 735, 738, 744, 750, 755, 764, 768
Metro: Cidade Universitária

22 de Novembro, 2012 a 19 de Janeiro, 2013: Exposição - THE AMERICAN SUNSET, de RUI CALÇADA BASTOS

Inauguração, 22 de Novembro, às 22h.
Horário: Terça-feira a Sábado, das 14h às 19h.

Avenida 24 de Julho, nº54-1º Esq., Lisboa

TEXTO POR MIGUEL VON HAFE PÉREZ, NOVEMBRO, 2012
"The American Sunset reúne trabalhos de Rui Calçada Bastos criados no âmbito da sua residência californiana na Villa Aurora e obras que agora se apresentam pela primeira vez. A partir de um universo visual que se inscreve numa clara alusão e tradição cinematográficas, o autor parte do contexto particular da cidade dos anjos para se situar num plano que remete para um profundo questionamento da actualidade.
No vídeo If you’re going through hell, keep going, assistimos a um fluxo ininterrupto de carros que se vão ultrapassando numa proximidade alienante, sendo que a orquestração desse movimento mecânico é acompanhada de uma banda sonora onde se podem ouvir passagens e frases recolhidas por Patrick Findeis – colega de residência de Calçada Bastos – de citações e testemunhos avulsos de assassinos em série. Um segundo vídeo utiliza essa mesma frase como uma espécie de máscara que só deixa entrever a passagem dos carros e dos clarões produzidos pelas suas luzes, assim densificando o ambiente de fechamento de uma situação em que o espectador é tornado um voyeur involuntário. Torna-se claro, então, que a incoerência narrativa das frases ouvidas, a sequência claustrofóbica dos carros numa viagem sem destino definido e o propositado balizamento da frase do título da obra no modo como perceptivamente somos obrigados a olhar esse movimento contínuo são elementos constitutivos de um desconforto procurado, de um desconforto conceptualmente materializado pelo autor.
As fotografias que fazem parte do projecto definem igualmente um território de estranha e paradoxal inquietação. Uma estrada que acaba no meio de nada, as mãos cruzadas de um idoso apoiadas num computador portátil, são representações que remetem para uma temporalidade descontínua, para um lapso no espaço e no tempo que não sabemos se propositado, acidental ou permanente. Numa terceira imagem, o paradigma da fugacidade temporal, o pôr do sol, é captado pelo ecrã de uma câmara fotográfica digital, sendo que a definição da imagem se apreende melhor aí do que na pretensa realidade, que na fotografia se encontra desfocada. Neste caminho para a escuridão estamos condenados a perceber a realidade por meios tecnologicamente assistidos. Esta parece ser a nossa condição actual: a primazia de um mundo digitalizado sobrepõe-se à experiência. Porque a experiência, para Calçada Bastos, erige-se a partir da limitação de um entendimento livre e esclarecido daquilo que nos rodeia. Esta é a conclusão a retirar da última imagem da exposição, um auto-retrato em que o artista se senta num banco a contemplar um pôr do sol. Nesta imagem irrompe um elemento disruptivo, pois o personagem está estranhamente envolto em arame farpado; paradoxo visual que se torna mais evidente pela presença no espaço da exposição do banco com o arame farpado.
Sem tornar a sua proposta num comentário literal ao Zeitgeist contemporâneo, o artista prefere manter uma ambiguidade que deixa transparecer um pessimismo primordial. Olhar sem ver, experimentar sem sentir, vive-se aqui um estado de  anestesia perceptiva, um hiato na compreensão do mundo. Por desistência própria ou por imposição exterior. À espera do fim de uma longa noite que se avizinha".

Transportes
Metro: Cais do Sodré
Autocarros: 01, 36, 37, 40, 760, 706, 709, 711, 714, 732, 758, 759, 781, 782, 794
Eléctricos: 12, 15, 25, 28
Barco: Cais do Sodré
Comboio: Cais do Sodré, Rossio

27 e 28 de Novembro, 2012: Colóquio Internacional - O PATRIMÓNIO IMATERIAL NA EUROPA DO SUL

"Este colóquio internacional propõe-se reflectir sobre as diferentes experiências da Itália, da Espanha, da França e do Portugal.

Organização: Direção Geral do Património Cultural - Secretário de Estado da Cultura e CIDEHUS – Universidade de Évora em parceria com o Institut français du Portugal e com apoio do Ibermuseus. Entrada Livre mediante inscrição prévia: pci.div@imc-ip.pt"

Institut Franco-Portugais - Av. Luís Bívar 91 - Lisboa | 21 311 14 00 | infos@ifp-lisboa.com | www.ifp-lisboa.com

Transportes
Metro: Saldanha, São Sebastião
Autocarros: 16, 718, 726, 744, 783
Comboio: Entrecampos

24 de Novembro, 2012: Feira - FEIRA DAS ALMAS



das 11h às 19h.
Taberna das Almas - Rua Regueirão dos Anjos 68 a 70, Lisboa

:: ARTE
MÚSICA
ROUPA & ACESSÓRIOS
BIJUTERIAS
SEGUNDA MÃO
ANTIGUIDADES
COLECCIONISMO
ALFARRABISMO
COMES & BEBES ::

"A Feira das Almas é um novo conceito de mercado ao Sábado na Associação Taberna das Almas nos Anjos, Lisboa, a acontecer uma vez por mês. É composta por 50 vendedores independentes com artigos vintage/2ª mão a preços baixos; novas marcas de design/vestuário/acessórios; exposição, divulgação e venda de trabalhos de jovens artistas.

-NOVIDADE- CONCERTO! SHOW CASE
BRANDO FEL - 19H30".

Transportes
Metro: Anjos
Autocarros: 7, 30, 712, 708, 726, 740, 760
Eléctrico: 28

17 de Novembro, 2012: Lançamento de Livro - CREPÚSCULO, de LITA LISBOA


Transportes

Metro: Entrecampos
Autocarros: 731, 736, 47, 78, 106, 701, 721, 744, 750, 767, 777, 783 
Comboio: Entrecampos

16 de Novembro, 2012: José Saramago - DIA DO DESASSOSSEGO


Fundação José Saramago
Casa dos Bicos - Rua dos Bacalhoeiros 10, Lisboa

Todo o dia: entrada livre na Fundação José Saramago.

"16 de novembro, 12 horas:
- Inauguração da exposição de pinturas de José Santa Bárbara nas janelas da Casa dos Bicos;
- Representação de textos de "Memorial do Convento" a partir das janelas da Casa dos Bicos;
- Abertura da exposição de ilustradores portugueses e espanhóis com textos de José Saramago, no 4.º andar da Casa dos Bicos.

16 de novembro, durante a tarde
- Dia do Desassossego - Leituras de "O Ano da Morte de Ricardo Reis" pelas ruas de Lisboa.

16 de novembro, 18 horas
- Concerto de homenagem a José Saramago no Teatro Nacional de São Carlos, entrada gratuita sujeita à lotação da sala. O programa do concerto é o que se segue:
Requiem, de Fauré
Sinfonia Fantástica, de Berlioz.
Entrada livre, sujeita à lotação da sala.
Os bilhetes podem ser levantados a partir do dia 15 de novembro, nas bilheteiras do Teatro de São Carlos".

Transportes
Metro: Terreiro do Paço
Autocarros: 01, 36, 37, 40, 760, 706, 709, 711, 714, 732, 759, 781, 782, 794
Eléctricos: 12, 15, 25, 28
Barco: Terreiro do Paço, Cais do Sodré
Comboio: Cais do Sodré, Rossio, Santa Apolónia


Fonte e imagem: http://www.josesaramago.org/355537.html

19 de Novembro, 2012: Modo Interrogativo - ECONOMIA E CULTURA

"O programa Modo Interrogativo é um programa de debates e reflexão que tem como objectivo analisar e apresentar propostas a curto, médio e longo prazo para o sector cultural.
O primeiro módulo, Economia e Cultura, centra-se na análise crítica da proposta de Orçamento do Estado para 2013.
O debate, aberto ao público, incidirá na leitura das Grandes Opções do Plano e na estratégia orçamental definida pelo Governo, através do levantamento das questões prioritárias e do alerta para as consequências dessas escolhas.


Os objectivos desta sessão:
- levantar nas propostas em discussão os problemas que essas mesmas propostas podem causar;
- perceber de que modo o que está a ser proposto vai ao encontro do que já existe no terreno, o amplia, o contradiz ou o mantém;
- identificar os passos necessários a dar para se poderem concretizar algumas das medidas anunciadas, a partir da experiência no terreno;
- alertar, na medida do possível, para os efeitos de algumas das medidas;
- criar prioridades nas áreas sectoriais, considerando as necessidades das mesmas

Com João Mourão, Paulo Vasques, Raquel Henriques da Silva, José Luís Ferreira, entre outros. Participação de Pedro Santos Guerreiro

Comissariado Tiago Bartolomeu Costa
oganização: São Luiz – Teatro Municipal

Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 713, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

17 de Novembro, 2012: Vizinha - SÁBADUOS DA VIZINHA #11

às 18:30
Vizinha, Rua da Bica Duarte Belo 14 (elevador da Bica).
 
"Luis Desirat apresenta o seu projecto "Luís Desirat Legendary Traps and Fellows" que conta desta vez com a participação de Miguel Sá.
A segunda presença estará a cargo de Velgenaturlig que conta com uma participação especial por parte de André Hencleeday.
Vamos ter um Sábaduo recheado de bons artistas como já vem sendo habitual.
A presença de todos os que têm feito as tardes de sábado na "A vizinha" é o que torna este espaço um local especial, comprometido com explorações musicais.
A entrada é livre, bem como as doações para os artistas, sem eles nada disto seria possível.
".
 
Transportes:
Metro: Restauradores, Rossio
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 713, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 12, 15, 18, 28

16 de Novembro, 2012: Lançamento de Livro - ONDAS DO RIO, de DOMINGOS PINTO COELHO

 
Transportes:
Metro: Baixa-Chiado, Rato
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 713, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782

Eléctrico: 12, 15, 18, 28

21 de Novembro, 2012: Teatro - A FARSA DA RUA W

às 19h
Teatro da Politécnica
Rua da Escola Politécnica, 56




Tradução Joana Frazão Com Américo Silva, João Meireles, António Simão, Laurinda Chiungue Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Construções João Prazeres Luz Pedro Domingos Fotografias Jorge Gonçalves M16

No Teatro da Politécnica de 21 de Novembro a 15 de Dezembro

3ª e 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | sáb às 16h00 e às 21h00
Reservas | 961960281 | 213916750 (dias úteis 10h às 18h)
As reservas devem ser levantadas até 1 hora antes do início do espectáculo
Duração: 1h40 minutos (com intervalo).
Rua Campo de Ourique, 120
1250-062 Lisboa
telf./fax 21 387 60 78
artistasunidos@artistasunidos.pt
http://www.artistasunidos.pt/


Transportes

Metro: Rato, Baixa-Chiado
Autocarros: 74, 706, 709, 713, 720, 727, 738, 758, 773

Fonte e imagem: http://artistasunidosnacapital.blogspot.pt/2012/11/o-teatro-da-politecnica-reabre-na.html

24 de Novembro, 2012: Inscrições - FEIRA DAS ALMAS

inscrições, para bancas, até 16.11.2012: http://feiradasalmas.org/#local

:: ARTE
MÚSICA
ROUPA & ACESSÓRIOS
BIJUTERIAS
SEGUNDA MÃO

ANTIGUIDADES
COLECCIONISMO
ALFARRABISMO
COMES & BEBES ::


"A Feira das Almas é um novo conceito de mercado ao Sábado na Associação Taberna das Almas em Anjos, Lisboa, a acontecer uma vez por mês. As primeiras edições contaram com cerca de 25 bancas de vendedores independentes com artigos vintage/2ª mão a preços baixos; novas marcas de design/vestuário/acessórios; exposição, divulgação e venda de trabalhos de jovens artistas.
Das 11h às 19h, em Anjos.

+INFO MENSAGEM http://facebook.com/feiradasalmas

Taberna das Almas - Rua Regueirão dos Anjos nº68".
Transportes
Metro: Anjos
Autocarros: 7, 30, 712, 708, 726, 740, 760
Eléctrico: 28

15 de Novembro, 2012: Lançamento de Livro - DENTRO DO SEGREDO, de JOSÉ LUÍS PEIXOTO

às 18:30
MOB - Espaço Associativo
Travessa da Queimada, 33, Lisboa

"Desde o interior da ditadura, desde um país coberto por absoluto isolamento, "Dentro do Segredo".
Em Abril de 2012, José Luís Peixoto foi um espectador privilegiado nas exuberantes comemorações do centenário do nascimento de Kim Il-sung, em Pyongyang, na Coreia do Norte.
Também nessa ocasião, participou na viagem mais extensa que o governo norte-coreano autorizou nos últimos anos, tendo passado por todos os pontos simbólicos do país e do regime, mas também por algumas cidades e lugares que não recebiam visitantes estrangeiros há mais de sessenta anos.
A surpreendente estreia de José Luís Peixoto na literatura de viagens leva-nos através de um olhar inédito e fascinante ao quotidiano da Coreia do Norte.
O novo livro de José Luís Peixoto, "Dentro do Segredo, Uma viagem na Coreia do Norte", editado pela Quetzal Editores, chega às livrarias a 16 de Novembro de 2012.
Transportes:
Elevador: Bica, Glória
Metro: Baixa-Chiado
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 28

23 e 24 de Novembro, 2012: BAZAR DO CORPO DIPLOMÁTICO 2012

Centro de Congressos de Lisboa
Praça Industrias, Lisboa

Transportes
Autocarros: 714, 720, 732, 738, 742, 760
Eléctricos: 15, 18
Comboios: Alcântara Mar, Alcântara Terra


Fonte e imagem: http://www.acdp.pt/main.htm

16 de Novembro, 2012: Inauguração - ASSOCIAÇÃO CULTURAL PANTALASSA

Entrada Livre

Livraria Sá da Costa
Rua Garrett 100 Lisboa

"A Associação Cultural Pantalassa inaugura no dia 16 de Novembro o seu novo espaço, em parceria com a Livraria Sá da Costa.
O primeiro andar da livraria abre agora as portas ao novo escritório da Pantalassa e inúmeras actividades na sala polivalente. Cinema, concertos, exposições, workshops, e outras iniciativas, virão preencher este espaço emblemático da baixa lisboeta.
Contamos com a sua participação e fique a saber todas as novidades através do nosso site e página no Facebook".

Transportes:
Metro: Baixa-Chiado, Rato
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 713, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782

Eléctrico: 12, 15, 18, 28

15 de Novembro, 2012: Laboratório Galeria - FREAKS

às 22h.
Projecção do filme de Tod Browning, "Freaks", de 1932. Mais informação em http://www.imdb.com/title/tt0022913/
duração: 64 minutos

Entrada livre
Rua da Graça n.º 168, 1170 Lisbon, Portugal

Transportes
Autocarros: 12, 30, 34, 726, 735
Eléctrico: 28
 

18 de Novembro, 2012: Cinema - LA RABBIA DI PASOLINI

"O Instituto Italiano de de Cultura de Lisboa e a Associação Il Sorpasso de Lisboa apresentam o Ciclo Cinematográfico DOMENICA AL CINEMA! Encontros com o cinema italiano contemporâneo no TEATRO DO BAIRRO (Bairro Alto), Rua Luz Soriano, 63 - Lisboa.

ENTRADA GRATUITA no limite dos lugares disponíveis
Reserva pelos tel. 213 473 358 e 913 211 263 ou e-mail: teatrodobairro.geral@sapo.pt

A sessão de cinema é antecedida de um aperitivo, composto por especialidades italianas. O preço do bilhete para o Cine-Aperitivo é de 6 euros e a refeição é servida a partir das 20h00. Para aqueles que só pretendem assistir ao filme podem fazê-lo a partir das 20h45 e a entrada é gratuita. A projecção tem início às 21h00.

Cine-Aperitivo italiano a partir das 20h00 (preço por pessoa: 6 euros)
Projecção do documentário LA RABBIA DI PASOLINI às 21h00
de Giuseppe Bertolucci | 2008 | 83 min. | Leg. inglês

O documentário é uma hipótese de reconstrução da versão original do filme de Pasolini de 1963. Os cine jornais Mondo Libero e os materiais recuperados na Checoslováquia, União Soviética e Inglaterra são para Pasolini o impulso para uma análise lírica e polémica dos fenómenos e dos conflitos sociais e políticos do mundo moderno, da Guerra Fria ao Milagre económico.
O filme é comentado por uma voz em poesia (Giorgio Bassani) e uma voz em prosa (Renato Guttuso).

CICLO DOMENICA AL CINEMA! Encontros com o cinema italiano contemporâneo
A Sala de Cinema representa desde sempre um local de encontro privilegiado, intercâmbio e partilha da comunidade, onde, graças à imaginação colectiva, se procura uma nova leitura do mundo actual ou simplesmente um momento de lazer, tudo num ambiente vibrante e acessível a todos.
O ciclo cinematográfico Domenica al Cinema, uma iniciativa do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa em colaboração com a Associação “Il Sorpasso”, nasce com este propósito: procurar um local onde o público italiano e português se possa reunir perante um ecrã para conhecer histórias, personagens e características do Bel Paese. Uma possibilidade única de partilha e diálogo num processo de integração recíproco, redescobrindo o prazer de ir ao cinema num dia da semana particularmente propício ao entretenimento e à descoberta de novas realidades.
Um encontro quinzenal numa das salas mais emblemáticas de Lisboa, O Teatro do Bairro, que pretende ser um estímulo à reflexão social, cultural e política da Itália dos nossos dias, através da projecção de alguns dos filmes que marcaram o cinema italiano dos últimos anos".
 
Transportes:
Metro: Baixa-Chiado, Rato
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 713, 714, 732, 735, 758, 759, 760, 781, 782

Eléctrico: 12, 15, 18, 28

17 de Novembro, 2012: Festa - SOU FAMÍLIA

Espaço SOU
Rua Maria 73 (à Rua Forno do Tijolo)

"SOU Família
Convívio e Festa
1 petisco para trocar e comer
Em forma de celebração, o SOU inicia o espaço de convívio entre todos os seus alunos, associados, amigos, visitantes regulares e seguidores do facebook!
Agora uma vez por mês teremos oportunidade de usufruir o SOU, o seu espaço, as suas pessoas e o seu ambiente acolhedor e familiar.
Este sábado dia 17 Novembro, a partir das 18h, todos são convidados a criar um momento comunitário. Tragam a vossa melhor receita ou iguaria feita em casa, partilhamos numa mesa comum e teremos os melhores petiscos, nossos e dos outros, para provar e deliciar ao longo da tarde e noite…
A entrada é livre, as bebidas terão descontos, haverá música ambiente, e a quem trouxer instrumentos, vídeos, performances, work in progress, desafiamos os mais audazes a apresentar…"

Transportes
Metro: Anjos
Autocarros: 7/12/30/40/60/208/708/726

15 de Novembro, 2012: Congresso - 10.º CONGRESSO INTERNACIONAL CPR

Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna 45 A - 1067-001 Lisboa
Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
Rua Dr. Nicolau de Bettencourt

Transportes

Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 713, 716, 726, 742, 746, 756
Comboio: Entrecampos
 
Fonte e imagem: http://www.cpr.pt/

18 a 21 de Novembro, 2012: Ciclo de Cinema - FESTIVAL DO CINEMA RUSSO

FESTIVAL DO CINEMA RUSSO
 

Pequeno Auditório
Entrada Livre (sujeita à lotação da sala)

Legendagem em português
Projecção em suporte DVD ecrã 6x4m



18 Novembro . 18h00 . Cerimónia solene de abertura do festival com a participação de realizadores e de actores russos.

18 Novembro . 19h00 . Pequeno Auditório

19 Novembro . 21:00 . Pequeno Auditório  

20 Novembro . 21h00 . Pequeno Auditório

21 Novembro . 21h00 . Pequeno Auditório  

Transportes
Autocarros: 28, 714, 727, 729, 751
Eléctrico: 15
Comboio: Belém
Barco: Belém

17 de Novembro, 2012: UNIPOP NA ACHADA

15h: Conversa sobre «O Passado, Modos de Usar», na Casa da Achada
17h: Conversa sobre «Direito de Fuga» e «Quem Canta o Estado-Nação?», na Casa da Achada
19h: Showcase com Ricardo Freitas e Maria do Mar, no Bartô
20h: Jantar, no Bartô
21h30: Conversa sobre o «Futuro», no lançamento da revista 'Imprópria' n.º 2, na Casa da Achada

Com Sérgio Campos Matos, Ângela Cardoso, Mariana Pinto dos Santos, José Neves, Nuno Dias, Manuela Ribeiro Sanches, Nuno Nabais, Bruno Peixe Dias, Ricardo Freitas, Maria do Mar, Golgona Anghel, António Guerreiro, Nuno Ramos de Almeida, José Bragança de Miranda, Tiago Carvalho, José Luís Garcia, Miguel Cardos

Programa:
15h-16h45: Conversa sobre Memória e Historiografia
Em torno do livro «O passado, modos de usar», de Enzo Traverso (Edições Unipop, 2012)
Com Sérgio Campos Matos, Ângela Cardoso, Mariana Pinto dos Santos e moderação de José Neves

Apoiando-se em vários exemplos da história do século XX – fascismos, Shoah, colonialismo, comunismos –, Enzo Traverso analisa as linhas por que se tecem os diferentes segmentos da memória colectiva, a escrita histórica do passado e as políticas da memória. Diante de um século a ferro e fogo, a memória reivindica os seus direitos sobre um passado que detém, como num caleidoscópio, uma multiplicidade de configurações diferentes. Da indústria cultural aos museus, passando pelas comemorações e pelos programas educativos, tudo contribui para que se faça da memória do passado uma espécie de religião civil das sociedades contemporâneas. Muitas vezes, essa religião civil cumpre uma função apologética: conservar a recordação dos totalitarismos de forma a legitimar a ordem liberal, ocupar os territórios palestinos para evitar um novo Holocausto, invadir o Iraque para não repetir Munique (o compromisso das democracias ocidentais com Hitler em 1938)... Em outras circunstâncias, porém, trilham-se outros caminhos da memória, mais discretos, por vezes mais subterrâneos, decididamente críticos, que transmitem a linha vermelha das experiências de emancipação, da utopia, da revolta contra a dominação. A escrita da história é o resultado de um trabalho que emerge dessa trama complexa de recordações pessoais, de memória colectiva, de saberes herdados, de convenções literárias, de constrangimentos institucionais e de questionamentos políticos ancorados no presente. É essa trama subterrânea que o ensaio de Enzo Traverso se propõe explorar. Em causa está um vasto debate intelectual que redefine as fronteiras da história e que coloca em causa os processos da sua escrita. Um debate de que Enzo Traverso reconstitui aqui as grandes linhas, de Maurice Halbwachs a Paul Ricœur, de Walter Benjamin a Yosef H. Yerushalmi, de Carlo Ginzburg a Dominick LaCapra.

16h45 - Apresentação do novo website da Unipop
 
17h-18h45: Conversa sobre Globalização, Migrações e Estado-nação
Em torno dos livros «Direito de fuga», de Sandro Mezzadra (Edições Unipop, 2012), e «Quem canta o Estado-nação?», de Judith Butler e Gayatri Spivak (Edições Unipop, 2012)
Com Nuno Dias, Manuela Ribeiro Sanches, Nuno Nabais e moderação de Bruno Peixe Dias

Direito de Fuga. Sinal de cobardia, de traição ou simplesmente de medo, a fuga é uma categoria que não conta com muitos adeptos. Neste livro, porém, a fuga é positivamente reinventada. Sob a figura do direito de fuga, Sandro Mezzadra traz ao leitor notícias do desejo de evasão e da vontade de libertação que os movimentos migratórios – ainda que sempre disciplinados, reprimidos e refreados – jamais deixam de exprimir. Discutindo os primeiros escritos de Max Weber, e dialogando com os Estudos do Subalterno, com Negri e Hardt ou ainda com Zizek, Mezzadra recusa entender os movimentos migratórios simplesmente através das suas causas «objectivas», estruturais e económicas. Ao invés, procura discutir as dimensões de subjectividade, de desejo e de vontade neles investidas. A condição migrante constitui assim o lugar de uma tensão. De um lado, a violência da repressão infligida sobre os migrantes nas fronteiras dos Estados nacionais, que no quadro liberal da globalização tanto promovem a circulação das mercadorias como se dedicam ao controlo da liberdade de movimento humano; de outro lado, temos a subjectividade migrante, que nos convida a pensar os movimentos migratórios como movimentos sociais, que, como as revoltas escravas ou os movimentos anticoloniais, têm o poder de transformar o mundo globalizado em que vivemos.


Quem canta o Estado-nação? resulta de um singular encontro entre duas das mais influentes teóricas da última década, que entre si debatem o passado, o presente e o futuro do Estado num tempo de globalização. Reflectindo sobre a pluralidade cultural no interior dos Estados e a maior porosidade das suas fronteiras, Butler e Spivak interpelam o vínculo natural entre Estado e nação, num debate que atravessa temas como a situação da Palestina, as teorias do Estado de filósofos do Iluminismo, os contributos de pensadores como Hannah Arendt ou Giorgio Agamben, o exercício do poder no mundo actual, o direito a ter direitos ou ainda os significados de cantar o hino nacional norte-americano em espanhol.


19h: Showcase no Bartô, com Ricardo Freitas + Maria do Mar

Duo de improvisação livre.

20h: Jantar no Bartô
Feijoada. 3 euros (não inclui bebidas nem café).
Inscrições para cursopcc@gmail.com, com indicação do nome (o número de inscrições é limitado à lotação do espaço)

21h30: Debate sobre «Futuro», pela ocasião do lançamento do n.º 2 da revista 'Imprópria' (Unipop + Tinta-da-China)
Com Golgona Anghel, António Guerreiro, Nuno Ramos de Almeida, José Bragança de Miranda, Tiago Carvalho, José Luís Garcia e moderação de Miguel Cardoso
O debate centra-se no dossiê «Futuro», que abre com o artigo «Mais tarde é agora», de Bernard Aspe. A iminência da catástrofe, argumenta Aspe, arrasta a possibilidade paradoxal de uma nova vivência do presente; uma vivência em que a exiguidade de um «mais tarde» se confunde com a urgência do «agora», sendo que só assim, quando o futuro se torna inadiável, se cumpriria finalmente o presente, nas suas imprevisibilidade e potência transformadora. Segue-se o artigo «No future. Um grande caos debaixo dos céus», em que Fernando Ramalho aborda a crise actual a partir da falência da ideia de futuro e dos vários usos que dela foram feitos ao longo do século XX, ilustrados por um percurso descontínuo através da música popular, do rock 'n' roll dos anos 1950 ao punk do final da década de 1970. O dossiê fecha com a tradução de um excerto do livro La fabrique de l'homme endetté – Essai sur la condition néolibérale (2011), de Maurizio Lazzarato, em que o filósofo italiano, partindo da contribuição de Nietzsche na sua Genealogia da Moral, traça uma genealogia do conceito de dívida para discutir a sua centralidade na Modernidade capitalista e a forma como se apropria «não apenas do emprego do tempo presente dos assalariados e da população em geral», mas também do «futuro de cada um e da sociedade no seu todo».
O n.º 2 da 'Imprópria' inclui ainda um dossiê sobre «Infância», a continuação do debate sobre as «Esquerdas», iniciado no n.º 1, e outros textos.

Colaboram neste número Bernard Aspe, Fernando Ramalho, Maurizio Lazzarato, Paolo Virno, Manuel Jacinto Sarmento, Ana Levy Aires, Mariana Avelãs, René Schérer, José Gil, Vanessa Brito, João Rodrigues, Gui Castro Felga, Bruno Lamas, Miguel Cardoso, Diogo Duarte, Gonçalo Marcelo, Ricardo Noronha e Mariana Christ Lemos".


Associação Casa da Achada - Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100-004 - Lisboa
Telf. 218877090   218877090  218877090  218877090
Site: http://centromariodionisio.org/
E-mail: casadaachada@centromariodionisio.org"


Transportes
Metro: Rossio, Martim Moniz, Baixa-Chiado
Autocarros: 7, 34, 36, 37, 709, 711, 714, 732, 740, 744, 746, 759, 760
Eléctricos: 12, 15, 28

15 de Novembro, 2012: Conversa - DE QUEM É CONTEMPORÂNEO O ARTISTA?

às 18:45
Arte Ilimitada
Calçada da estrela A, Lisboa

"Maria João Branco fala sobre:
“A partir da auto-genealogia desenvolvida pelo escultor Rui Chafes, procurar-se-á esclarecer o que significa dizer ou pensar que se é contemporâneo de alguém e, em particular, em que sentido o diz ou pensa um artista. Mais concretamente, procurar-se-á responder à pergunta “de quem é contemporâneo um artista contemporâneo?”.

Biografia
Maria João Mayer Branco (Lisboa, 1974) estudou Filosofia na Universidade Nova de Lisboa e na Università degli Studi di Pisa (Itália). Doutorou-se com uma tese sobre a estética de Nietzsche sob a orientação de Maria Filomena Molder. A par da sua actividade académica, foi responsável por diversos cursos teóricos no Ar.Co — Centro de Arte e Comunicação Visual, estando actualmente a leccionar na Universidade Nova de Lisboa.

As Conferências assim como as Conversas com artistas têm acesso gratuito por parte do público em geral.
"

Transportes
Metro: Rato
Autocarros: 74, 709, 713, 720, 727, 738, 773
Eléctricos: 25, 28

16 de Novembro, 2012: Lançamento de Livro - ATIRAMENTO

às 19h.
Entre as Avenidas António Augusto de Aguiar, Marquês de Fronteira e Sidónio Pais

"ABYSMO e EL CORTE INGLÉS convidam para o ATIRAMENTO do primeiro livro de LOPES, o escritor pós moderno, que será apresentado por MÁRIO DE CARVALHO e lido em voz alta por PEDRO LAMARES, na presença de LUÍS AFONSO. Tudo isto e mais alguma coisa".

Transportes
Comboio: Sete Rios, Entrecampos
Metro: São Sebastião, Praça de Espanha
Autocarros: 16, 56, 718, 726, 742, 746

17 de Novembro, 2012: Espaço MOB - PROGRAMAÇÃO

MOB - Espaço Associativo
Travessa da Queimada, 33, Lisboa

"Entrada livre para sócios, quem não é sócio tem que passar a ser (2 euros por ano).

17h Precários Inflexíveis: debate sobre mobbing laboral
Assédio e agressão no trabalho, conhece e defende-te.
https://www.facebook.com/precariosinflexiveis

21h30 "1876 milhas"
Espectáculo de Miguel Rebelo e Cátia Terrinca, integrado no projeto Corpos em Acção.
"Chegámos de São Vicente há mais de dois meses. Ocupámo-nos de conversas, de livros, de experiências com a cena, tentámos desembrulhar essa coisa que é a diferença, que é o estar distante. Temos um "aqui" e um "ali". Temos Cabo Verde e Portugal.
Queremos juntá-los num espectáculo - são 1876 milhas a percorrer; não temos barcos, mas nasceu em nós vontade de remar".
https://www.facebook.com/events/115164218643894/

23h Os Compotas, concerto
Soa estranho mas não desmentem. Afinal de contas são uma jam (compota) de ritmos, grooves, harmonias quentes e linhas de funk.
https://www.facebook.com/OsCompotas

0h30 Dj 2old4school (soul, funk, afrodisco)
https://www.facebook.com/dj2old4school
Colecionador de discos em vinil, alia a música que se fez à que se faz, misturando influências de outrora e novas tendências. Atuou com grandes nomes em clubes e festivais de vários países..."

Transportes:
Elevador: Bica, Glória
Metro: Baixa-Chiado
Comboio: Rossio, Cais-do-Sodré
Barcos: Terreiro do Paço, Cais-do-Sodré
Autocarros: 1, 36, 40, 91, 709, 711, 714, 732, 735, 744, 758, 759, 760, 781, 782
Eléctrico: 28